Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Oração em Forma de Ladainha à Virgem do Perpétuo Socorro


Ó Mãe do Perpétuo Socorro! Esse nome que levais, faz-me transbordar em confiança. Eis-me, pois, aqui a vossos pés; venho manifestar-vos todas as necessidades da minha vida e as da morte. Venho implorar-vos o maternal socorro vosso, para que, contando com a vossa proteção, possa sair triunfante delas. Dignai-vos, minha Mãe, escutar lá do Céu as minhas súplicas.

Em todas as necessidades, penas e misérias, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

No perigoso momento da tentação, para bem resistir, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se tiver a desgraça de pecar, para que depressa me levante, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se algum funesto laço me cativar no serviço do Demônio, para que depressa o rompa, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se for escravo de alguma tirânica paixão, para que triunfe dela, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se tardar em converter-me, para que facilmente me submeta, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se for um filho pródigo, endurecido e mergulhado no vício, para que torne a procurar a meu Pai, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se viver na tibieza, para que Jesus não me expulse, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se tiver a desgraça de viver no sacrilégio, para que consiga o valor para bem me confessar, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Quando me esquecer ou me descuidar de acudir a Vós, para que depressa o faça, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se alguma vez me relaxar no vosso serviço, para que volte ao meu fervor, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Na obrigação de confessar-me, para que fielmente a cumpra, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Na obrigação de receber a Sagrada Comunhão, para que a faça digna e fervorosamente, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Em todos os exercícios de um cristão fervoroso e especialmente na meditação e na oração, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que conserve ou recupere a castidade, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que adquira a humildade, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que consiga amar a Deus de todo o meu coração, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que pelo amor de Deus me conforme em tudo com sua santa vontade, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Em todos meus pensamentos, ações e negócios, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que cumpra fielmente todas as obrigações do meu estado, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se a enfermidade afligir meu corpo e perturbar minha alma, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se o pesar e tristeza se apoderarem de mim, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se o mundo me faz sofrer, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se Deus me afligir com penas interiores, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se a Providência vier provar-me com a pobreza ou revezes de fortuna, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se encontrar na própria família motivos de aflição, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Se for humilhado, contrariado ou maltratado, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para alcançar a conversão e o alívio dos que amo, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para procurar a liberdade às Almas do Purgatório, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para cooperar na salvação dos pecadores, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para obter a graça da perseverança final, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para nunca esquecer-me de pedir esta graça, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Quando chegar a última enfermidade, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Quando se aproximar a morte, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Nas últimas tentações que precederem e acompanharem minha agonia, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Ao exalar o último suspiro, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Quando me apresentar ao vosso Filho para ser julgado, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Quando estiver padecendo no Purgatório, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Em todo o tempo e lugar, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que vos ame, sirva e sempre vos invoque, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que ame a Jesus Cristo, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Para que vos faça amar e servir de muitos, vinde em meu socorro, ó Mãe piedosa.

Amada, louvada, invocada e bendita sejais, Virgem do Perpétuo Socorro, esperança minha, meu amor, minha Mãe, refúgio meu e minha vida. Amém.

Breve Oração à Virgem do Perpétuo Socorro

Virgem Santíssima do Perpétuo Socorro, minha Mãe amantíssima, esperança minha, eu me acolho ao vosso manto e ao abrigo dele quero viver e morrer. Não consintais, minha Mãe muito amada, que nem hoje nem jamais, ofenda ao vosso Filho e de hoje para sempre dai-me a vossa bênção. Assim seja.



Fonte: Manual do Devoto de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, por um Padre Redentorista, pp. 458-461. Traduzido da edição castelhana pelo Dr. P. José Rodrigues Cosgaya; 4ª Edição; Estabelecimentos Benziger & Co., S.A. Editores Typographos da Santa Sé Apostólica, Einsiedeln, Suíça, 1899.

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...