Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Novena em Honra a Gloriosa Santa Rita de Cássia


Advertências1

As almas piedosas que pretendam fazer com fruto esta novena e alcançar pela intercessão de Santa Rita os bens tanto espirituais como temporais (sempre que esses desejos estejam submetidos incondicionalmente à vontade de Deus), procurarão exercitar-se nas obras de virtude mais conformes com o seu estado. Como consequências disto, deverão usar os meios convenientes, mediante a divina graça, para adquirir aquelas virtudes que não possuem, e que mais caracterizaram a vida de Santa Rita.

Nem todos podem praticar o jejum rigoroso, atos de penitência e mortificação como o fez Santa Rita, pois nem sempre se digna o Senhor manifestar de modo tão extraordinário, nas suas criaturas, a grandeza de sua misericórdia; mas a todos é fácil a prática de outras virtudes que abrem as portas da vida sobrenatural. Não há ninguém, por pobre que seja, que não possa socorrer a seu próximo com a esmola material, ou pelo menos compadecer-se de sua indigência na presença de Deus. Todos podem ser humildes, sofrer algo por amor de Jesus, conservar a pureza do coração, fugir dos perigos que frequentemente cercam a alma, evitar a murmuração e o escândalo, dar bom exemplo dentro e fora de sua casa, educar os filhos no santo temor e amor de Deus e, finalmente, cumprir os deveres próprios de seu estado. E nada se diz da frequência da Confissão e Comunhão, necessária para a vida do espírito, pois se pressupõe que as almas devotas de Santa Rita não são daquelas que só recebem estes Sacramentos uma vez no ano. A contínua prática de todos estes atos de piedade e misericórdia constitui a verdadeira devoção à Advogada de impossíveis, cujas virtudes se amoldam perfeitamente a todas as circunstâncias da vida da mulher cristã.

Esta novena, extraída quase que totalmente do belo livro LUZ E AMOR, vem completar o Mês consagrado a Santa Rita, que se encontra na parte segunda deste pequeno devocionário. Avivemos nossa fé e confiança no Senhor, e, purificada a alma das habituais imperfeições, não duvidemos que alcançaremos, pela intercessão de Santa Rita, as graças de que necessitamos.



NOVENA

Pelo sinal † da Santa Cruz, livrai-nos †, Deus, nosso Senhor, dos † nossos inimigos. Em nome do Pai †, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ato de contrição

Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador, Pai e Redentor meu: porque sois a Infinita Bondade, amo-Vos, Senhor, mais que todas as coisas e mais que a mim mesmo. Pesa-me, Senhor, de Vos ter ofendido; e pelo Vosso amor, e porque assim o quereis e me o mandais, perdoo de todo coração a todos os meus inimigos, para que Vós, Senhor, useis comigo de perdão e misericórdia e esqueçais minhas passadas culpas. Ofereço-Vos minha vida, obras e trabalhos, em satisfação dos meus pecados. Concedei-me a graça de perseverar em Vosso amor e serviço até à morte. Amém.

Oração para todos os dias

Deus e Senhor nosso, que, dispondo tudo com admirável providência, colocastes em Vossa Igreja os Santos que fossem modelo permanente de todas as virtudes, e, chamando-os a Vosso seio, foram constituídos protetores e advogados nossos: ouvi propício as preces de Vossa serva Rita, que destes ao mundo como modelo nos diferentes estados de vida, e concedei-nos que o que nossa fraqueza não pode alcançar, o consigamos pela sua poderosa intercessão. Amém.



PRIMEIRO DIA

Oração para o dia primeiro

Astro refulgente da Igreja, pérola engastada na coroa do céu agostiniano, gloriosa Santa Rita, cujo nascimento foi prenúncio da futura santidade, celebrada pelos Anjos quando anunciaram a vossos pais a boa nova do vosso nascimento, e admirada dos homens ao contemplarem com assombro o estupendo milagre do rico favo de mel fabricado em vossa boca ao desabrochar o primeiro sorriso de inocência: compadecei-vos dos vossos devotos, e concedei-nos, como prêmio do amor que vos professamos, a graça de aceitar com fidelidade o chamado divino, para que cheguemos a alcançar a glória eterna. Amém.

Meditação para este dia

I. Considera, alma cristã, os afetos que enlevariam a alma dos piedosos pais daquela menina abençoada, vendo-a, logo depois de nascida, favorecida por Deus com aquele favo de mel dulcíssimo, fabricado nos seus puríssimos lábios por aquelas misteriosas abelhas.

II. Pede a Deus, pela intercessão da Santa, a graça de perseverar até à morte limpa de toda culpa mortal, para que, entre o fel das adversidades com que Deus prova e castiga neste mundo os predestinados ao Céu, te faça gozar, pelos menos em parte, as inefáveis doçuras de sua Cruz. – A este pedido acrescente-se com toda confiança a graça particular que desejarmos alcançar por meio desta novena.

Breve meditação e, depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular.

Oração final para todos os dias

Dulcíssimo e dolorosíssimo Jesus: que quisestes que Vossa santíssima Cabeça fosse coroada de espinhos, e Vos dignastes presentear um deles à Vossa serva Rita, assinalando-a na testa como Vossa esposa; concedei-me, Senhor, sua intercessão; e pelo Sangue que, servindo de instrumento os espinhos, saiu de Vossa sacrossanta Cabeça e correu por Vosso belíssimo Rosto, fazei que, banhando-se com ele minha alma, se limpe e purifique dos espinhos dos pecados que mortalmente a têm ferido, e assim regada e purificada dê copiosos frutos de boas obras, enriquecendo-os com a perseverança final, à qual tendes prometido a vida eterna, onde Vos louve e goze com Vossa coroada Esposa, protetora e advogada minha, e com todos os Coros dos Anjos e Santos que Vos louvam e abençoam na glória por toda a eternidade. Amém.

Antífona

Saudo-vos, Rita, que, entre espinhos de dor, fostes consagrada Esposa, e ainda vaso e Rosa de Cristo, Vosso divino amor.

V. Assinalastes, Senhor, Vossa serva Rita.
R. Com o sinal de Vossa caridade e Paixão.

Oremos: Ó Senhor, que Vos dignastes conceder tanta graça a Santa Rita, que, imitando-Vos no amor dos inimigos, mereceu levar no seu coração e fronte os sinais de Vossa Paixão, rogamo-Vos, pela sua intercessão e merecimentos, nos concedais amar os nossos inimigos e, com o espinho da compunção, contemplar as dores da Vossa Paixão. Vós que viveis e reinais nos séculos dos séculos. Amém.



Louvores e Súplicas a Santa Rita

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Deus, Pai dos Céus, tende piedade de nós.
Deus, Filho, Redentor do mundo, tende…
Deus, Espírito Santo, tende…
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende…

Maria Imaculada, rogai por nós.
Maria, Mãe e conforto dos atribulados, rogai…
Maria, Protetora amorosa de Santa Rita, rogai…

Santa Rita, advogada e protetora nossa, rogai…
Santa Rita, predestinada por Deus, rogai…
Santa Rita, dom escolhido do Céu, rogai…
Santa Rita, anunciada pelo Anjo, rogai…
Santa Rita, admirável na infância, rogai…
Santa Rita, amante da solidão, rogai…
Santa Rita, modelo de pureza, rogai…
Santa Rita, exemplo de amabilidade, rogai…
Santa Rita, espelho de obediência, rogai…
Santa Rita, modelo de donzelas, rogai…
Santa Rita, exemplar de esposas e mães, rogai…
Santa Rita, viúva santa, rogai…
Santa Rita, invicta na paciência, rogai…
Santa Rita, admirável na fortaleza, rogai…
Santa Rita, heroica no sacrifício, rogai…
Santa Rita, generosa no perdão, rogai…
Santa Rita, mártir da penitência, rogai…
Santa Rita, compassiva com os pobres, rogai…
Santa Rita, pronta ao divino chamado, rogai…
Santa Rita, levada prodigiosamente ao claustro, rogai…
Santa Rita, espelho da vida religiosa, rogai…
Santa Rita, milagre de mortificação, rogai…
Santa Rita, ramalhete de fragrante mirra, rogai…
Santa Rita, vergel escolhido de todas as virtudes, rogai…
Santa Rita, enamorada da Paixão de Cristo, rogai…
Santa Rita, ferida pelo Sagrado Espinho, rogai…
Santa Rita, amante filha de Maria Santíssima, rogai…
Santa Rita, recebida com festa no Céu, rogai…
Santa Rita, enriquecida de sublime glória, rogai…
Santa Rita, margarida do Paraíso, rogai…
Santa Rita, pérola preciosa da Umbria, rogai…
Santa Rita, astro benéfico dos transviados, rogai…
Santa Rita, seguro conforto dos atribulados, rogai…
Santa Rita, saúde dos doentes, rogai…
Santa Rita, advogada de impossíveis, rogai…
Santa Rita, luz da Igreja, rogai…
Santa Rita, nossa constante intercessora, rogai…
Santa Rita, modelo de confiança nas súplicas, rogai…
Santa Rita, poderosa para alcançar tudo de Jesus crucificado, rogai…

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.

V. Assinalastes, Senhor, a Vossa serva Rita.
R. Com o sinal da Vossa caridade e Paixão.

Oremos: Ó Jesus, que Vos dinastes conceder tanta graça a Santa Rita, que, imitando-Vos no amor dos inimigos, mereceu levar em seu coração e fronte os sinais da Vossa Paixão; concedei-nos, por sua intercessão e merecimentos, amar nossos inimigos, e com o espinho da compunção contemplar as dores da Vossa Paixão. Vós que viveis e reinais nos séculos dos séculos. Amém.



SEGUNDO DIA

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para o dia segundo

Salve, modelo de perfeita obediência, heroína de abnegação e sofrimento; salve, espelho de jovens honestas, de esposas atribuladas e de mães que sabem amar seus filhos; salve, mulher forte, que, conhecendo ser melhor a obediência que o sacrifício, renunciastes ao voto de virgindade, que tão grato vos era, para aceitar a pesada cruz do Matrimônio, com todas as consequências de um esposo cruel, iracundo e dominado pelos vícios, a quem, qual outra Mônica, chegastes a amansar e converter com a eloquência de vossas lágrimas e a eficácia do vosso silêncio. Tende piedade, ó incomparável Santa Rita, da irrefletida e inconsiderada mocidade; aliviai o peso da tribulação e de tanta amargura que oprime o coração de inocentes esposas que, como vós, outra consolação não têm senão suas lágrimas e silêncio, e alcançai-nos a todos a resignação nos trabalhos e a fortaleza na adversidade, para lutar valorosamente até conseguirmos a bem-aventurança eterna. Amém.

Meditação para este dia

I. Considera, alma devota, o heroico sacrifício de Santa Rita, aceitando, para obedecer a seus pais, o estado de Matrimônio, para o qual, desde criança, só sentira grande aversão. E que vida de Matrimônio a sua, até conseguir a transformação completa daquele homem de caráter cruel e abomináveis costumes, como qualifica a Igreja o marido de nossa Santa! Desprezos, ultrajes, infidelidades, por tudo isto passou aquela segunda Mônica, cuja filha predileta havia de ser com o tempo.

II. Pede à Santa, que lance a semente da paz e concórdia em todos aqueles infelizes lares onde reina a discórdia e má vontade; roga-lhe que dê remédio aos dolorosos dramas que frequentemente se desenrolam no seio das famílias. A este pedido, acrescenta com toda confiança o que te move a fazer a presente novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA TERCEIRO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ó gloriosa Santa Rita, modelo perfeito de virtudes cristãs, que, privada violentamente do esposo quando começáveis a provar os frutos da conversão operada na sua alma, depois de um trabalho constante que durou dezoito anos, não só vos resignastes com perda tão irreparável, mas intercedestes em favor dos assassinos, e alcançastes do Céu a morte de vossos filhos, ante o temor de que, cedo ou tarde, vingassem a do pai querido: fazei que com a mesma grandeza de alma perdoemos nossos inimigos, para que o Senhor perdoe nossas ofensas. Amém.

Meditação para este dia

I. Reflete, alma piedosa, qual seria a tristeza de Santa Rita, vendo-se sozinha no mundo, sem a companhia do esposo, convertido por ela para o Céu à custa de tantos sacrifícios, e privada daqueles dois filhos arrebatados pela morte quando mais alegria e consolação podiam oferecer à mãe atribulada. Ela, não obstante, se humilha, se resigna e bendiz o Céu, dizendo com o Santo Jó: O Senhor os deu-me, o Senhor os tirou-me; bendito seja seu Santo Nome. Oh! Que exemplo, que lição para as esposas, para as mães e viúvas cristãs!

II. Pede agora à Santa a graça de imitá-la no seu heroísmo, ou pelo menos, que te dê a resignação cristã nos trabalhos que o Senhor te enviar nesta vida. – A esta petição acrescenta, a graça particular que desejas alcançar por meio desta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA QUARTO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ó prodígio de santidade, ilustre Santa Rita, donzela imaculada, esposa sem igual, mãe excelente e viúva irrepreensível! Para engrandecer e santificar com vosso exemplo a perfeição de todos os estados da vida, unicamente vos falta realizar o sonho dourado da vossa infância: vestir o hábito religioso. Que valem os obstáculos e dificuldades que possam apresentar-se? Vossas súplicas, vossas lágrimas aplanarão tudo; e quando isto não bastar, Deus, que cuida de vós como filha predileta, enviará do Céu os vossos três Santos advogados, São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau de Tolentino, para que, como três Anjos, vos guiem à morada do Senhor, pela qual tanto suspirais, onde de braços abertos, e dando graças ao Altíssimo, sereis recebida pelas observantes filhas de Santo Agostinho. Concedei-nos o dom de perseverar no nosso bom propósito, por graves que sejam as tentações e dificuldades que se nos apresentarem, até que cheguemos finalmente a contemplar-vos na glória. Amém.

Meditação para este dia


I. Considera, alma cristã, quão amargurada ficou a alma de nossa Santa, vendo desatendidas suas súplicas e malogradas suas esperanças de consagrar-se inteiramente a Deus pelos votos religiosos no Convento agostiniano de Santa Maria Madalena de Cássia, do qual foi por três vezes repelida, por ser costume das religiosas não admitirem na sua companhia senão donzelas virgens. Considera também o gozo que experimentaria quando, acompanhada por aqueles três celestiais mensageiros, foi introduzida no referido Convento das Agostinianas de Cássia, as quais ficaram admiradas de ver nossa Santa dentro da clausura, e mais ainda se admiraram ao saberem pela narração de Rita o modo miraculoso do ingresso, abençoando todas, a Deus, e dando-lhe graças pelo tesouro inestimável com que havia enriquecido sua companhia.

II. Pede à Santa a graça de seres firme e constante no cumprimento dos teus propósitos. A esta petição acrescenta a que te move a fazer esta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA QUINTO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ilustre filha de Santo Agostinho, que, tendo conseguido vestir seu santo hábito e correia, e consagrando-vos totalmente a Deus pelos votos religiosos, dedicastes os desejos a purificar mais e mais vossas virtudes, merecendo em prêmio de vossa obediência cega, mortificação rigorosa e contínua contemplação das dores e sofrimentos do Redentor, receber favores extraordinários, como fazer brotar no rigor do inverno cheirosas rosas e frutos saborosos; e sobretudo a graça especial de receber em vossa fronte um dos espinhos da coroa do Salvador: alcançai-nos a graça de que sejamos perfeitamente obedientes aos divinos Preceitos e que saibamos orar e ter na nossa memória a Cruz e sofrimentos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.


Meditação para este dia

I. Considera, alma devota, o fervor com que nossa Santa, vestido o hábito agostiniano e feitos os votos solenes, se entregou com alma e corpo a toda sorte de rígidas penitências, até ao extremo de passar dias e dias em extática contemplação, sem outro alimento que o manjar eucarístico, diariamente recebido, tendo por leito o duro chão, vando a toda hora cingido ao corpo áspero cilício e unidos no interior dos vestidos pungentes espinhos. Considera também a nossa Santa consagrada aos exercícios de caridade, humildade e obediência, e toda absorta na contemplação do querido crucifixo, de quem recebeu aquela ferida na testa, que conservou todo o tempo de sua vida, e tantos outros favores com que o Senhor enriqueceu sua serva no claustro.

II. Pede a Deus, pela intercessão de Santa Rita, a graça da fortaleza cristã, para não te deixares vencer pelas paixões e maus hábitos, e afeiçoar-te ao recolhimento e a oração, para que te sintas inclinada às coisas da religião e desapegada das vaidades mundanas. – A este pedido junta a graça particular que desejas alcançar por esta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA SEXTO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Pelas dores cruéis e rigoroso isolamento que vos proporcionou a ferida aberta em vossa testa pelo glorioso estigma da Cruz, alcançai-nos, ó Serafim de Cássia, que saibamos suportar com resignação cristã o peso das cruzes próprias, de nosso estado, e que, como vós, experimentemos o gosto de morrer entre o sofrimento, crucificados com Cristo Jesus. Amém.

Meditação para este diariamente

I. Considera, alma atribulada, o que sofreria Santa Rita durante a comprida e penosa doença produzida pela ferida do sagrado espinho. Incomodadas as religiosas pela exalação intolerável que a ferida desprendia, e pelo nojo que produzia o pus que dela manava; impossibilitada assim da assistência aos atos da comunidade, viu-se necessitada nossa Santa de viver isolada durante muitos anos. Mas aquele forçado retiro ela o aproveitou para exercitar-se mais a seu agrado na contemplação das dores e sofrimentos de seu amado Jesus, comunicando-se este mais intensamente com sua predileta esposa, enchendo-a de inúmeros favores.

II. Pede a Deus, pela mediação de Santa Rita, a graça de conformar-te com a divina vontade, assim nas coisas prósperas como nas adversas, e de abençoá-lo em ambas as ocasiões. – A esta petição acrescenta a que te move a fazer esta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA SÉTIMO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ó prodigiosa Santa Rita, que no prolongado martírio de vossa vida recebestes, junto com o fel de todas as amarguras e de todas as dores, o bálsamo das consolações que embriagam e arrebatam a alma, inflamando-a em maiores ânsias e desejos de sofrer por Cristo, para gozar e reinar depois com Ele; Fazei que nas nossas tribulações e friezas de espírito desça sobre nossas almas o orvalho das divinas consolações, perseverando sem desalento nas nossas orações e não afrouxemos no exercício das práticas piedosas e no santo serviço de Deus. Amém.

Meditação para este dia

I. Considera os desígnios da divina Providência, manifestados nos quatro estados da vida de Santa Rita, ora submergida num mar de amarguras, ora extasiada na abundância de doces deleites e ternas emoções, para deste modo suportar as terríveis provas com que, desde sua meninice, viu-se fortemente combatida. Por isso, o Senhor se dignou favorecê-la com graças extraordinárias nos diferentes estados. Ainda criança, resolveu guardar sem mácula a pureza de alma e corpo, não tolerando coisa alguma que pudesse empanar o brilho da honestidade e recato próprios dos filhos de um Deus puríssimo. Por obediência, aceitou o estado de Matrimônio, para que as esposas e mães saibam que devem ser puras e castas dentro do próprio estado. No claustro era considerada como espelho puríssimo, no qual se refletia a virtude angelical da pureza, de tal modo que as mais perfeitas entre as Virgens reconheciam a Rita como mestra e modelo perfeitíssimo de castidade e pureza de coração.

II. Pede ao Senhor, pela intercessão de Santa Rita, cumprir com fidelidade as obrigações próprias do estado por ti abraçado, ou as necessárias à melhor escolha do mesmo. – A esta petição junta com toda confiança, a graça que desejas alcançar por esta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA OITAVO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ó gloriosíssima Santa Rita, cuja morte, semelhante em tudo a vossa vida, foi o ato mais terno e comovente que se pode presenciar dentro dos claustros! Que conselhos, e que despedida a vossa, feita àquelas irmãs queridas que, com lágrimas nos olhos, invejando vossa morte, se felicitavam ao mesmo tempo pelo vosso glorioso trânsito! Que perfume aquele que começou a desprender-se da chaga da vossa fronte! Que olhar tão meigo o de vossos olhos! Que suspiros tão suaves e que abraço tão celestial coroaram vossa preciosa existência! Por todas estas maravilhas vos suplicamos nos concedais a graça da Perseverança Final e uma morte preciosa aos olhos do Senhor. Amém.

Meditação para este dia

I. Considera, alma piedosa, aquele prodígio de santidade, pedindo perdão às suas irmãs, desde o leito de morte, dando-lhes os últimos conselhos e abençoando-as com o Santo Crucifixo, que não largava das mãos nem afastava de sua vista. Contempla-a risonha e alegre, porque passou já o inverno desta miserável e afanosa vida e chegou a primavera, o dia por que sempre suspirou a sua alma para celebrar as bodas eternas com o Celeste Esposo. Repara nos milagres que operou a Onipotência divina por ocasião da morte de Santa Rita, fazendo brotar rosas e frutos fora do tempo, para recreá-la na última doença; visitando-a Jesus e Maria para lhe assegurar que em breve iria a gozar de sua companhia no Céu. Olha, finalmente, a Rita, cheia de gozo, com os olhos fixos no seu amado Jesus, os braços abertos em forma de cruz, e como que dormindo em suavíssimo êxtase, voa sua alma à morada das eternas delícias.

II. Pede a Deus, pela intercessão de Santa Rita, a graça de morrer no seio da Santa Igreja, auxiliado com todos os Sacramentos. – A esta súplica acrescenta com toda confiança a graça que desejas alcançar por esta novena.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



DIA NONO

Sinal da Cruz, Ato de contrição, Oração para todos os dias: tudo como no 1º dia.

Oração para este dia

Ó incomparável Santa Rita! Que, depois de terdes engrandecido e santificado com vossas heroicas virtudes os estados de vida que a mulher pode abraçar neste mundo, de donzela, mãe, viúva e religiosa, deixando em todos admiráveis exemplos que imitar; começastes, com vossa preciosa morte, o período de estupendos milagres, pelos quais tendes merecido o título de Advogada das causas impossíveis, por não haver negócio, conflito ou situação, por difícil e desesperado que pareça, que não encontre em vós fácil e suave solução, acudindo a vossa proteção, de modo que, com toda verdade, se pode dizer que podeis tudo, porque nada vos nega Aquele para Quem tudo é possível. Alcançai-nos, Santa bendita, em prova do amor que vos professamos, das simpatias que por vós sentimos e da fé e devoção com que vos oferecemos o pobre obséquio desta Novena, a graça de cumprir honrada e nobremente os deveres de nosso estado, santificando-nos nele e salvando-nos por ele, pelos méritos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

Meditação para este dia

I. Medita e goza, alma cristã, na contemplação das maravilhas extraordinárias que, logo depois da morte de Santa Rita, começou a operar o Senhor pela sua intercessão. Os sinos do convento, e todos os das igrejas da cidade, batiam sozinhos; celestial perfume, em nada semelhante aos da terra, espalhou-se por toda parte; a chaga da testa transformou-se em resplandecente diamante; não houve doente que não sarasse ao contato daquele sagrado corpo e do hábito misterioso da Santa; nem esposa que não alcançasse a paz e concórdia doméstica; nem mãe que não conseguisse a melhora de seu filho, nem religiosa que não se adiantasse no caminho da perfeição evangélica, nem transe, aperto, perigo ou doença que não achasse pronto e eficaz remédio. Ainda hoje, a fé dos verdadeiros crentes consegue da Santa, maravilhas semelhantes; seu corpo, depois de mais de quatrocentos anos, conserva-se intacto, quase como no dia em que dele se separou a alma; hoje, como então, desse corpo se desprendem, como das rosas, eflúvios embriagadores, que anunciam às religiosas de Cássia a proximidade ou a realização de algum milagre pela intercessão da Santa. Que de particular tem que cada dia se propague mais seu culto e se estabeleçam novas Associações em honra de Santa Rita? Qual a mãe cristã, esposa ou viúva, que alma religiosa pode prescindir da devoção a Santa Rita?

II. Pede com toda confiança a graça especial que te levou a fazer esta novena; e se houver algum obstáculo para conseguires essa graça, lembra a Santa Rita o título de Advogada das causas impossíveis, para que ela aplane e afaste esse impedimento.

Breve meditação, e depois se dirá:

Ofereçamos agora a Deus um Pai Nosso e quatro Ave Marias, dando-lhe graças pelas virtudes com que enriqueceu a Santa Rita nos quatro estados de sua vida, para que se digne conceder-nos as que mais necessárias sejam ao nosso estado particular. Oração final para todos os dias, Antífona, e os Louvores e Súplicas a Santa Rita. Tudo como no primeiro dia.



Oração a Santa Rita
para o dia 22 de cada mês

Belíssimo, com os fulgores do Paraíso, foi para vós, gloriosa Santa Rita, o dia 22 de Maio do ano 1457, que vos abriu as portas da Jerusalém celeste, onde, por todos os séculos, vos foi cingida a esplêndida aureola dos Santos e da felicidade sempiterna. Belo também para nós, feridos pelo espinho do degredo neste vale de lágrimas, foi aquele dia feliz em que começastes a espalhar sobre o mundo o bálsamo consolador de vosso Patrocínio; belo e cheio de alegria para todos os crentes, pobres filhos de Eva, degredados nesta terra semeada de espinhos, inundada de lágrimas, envolta nas sombras da morte: saturados de amargura, a vós, ó Santa Rita, elevamos nosso olhar ardente de fé e cheio de esperança em vós que, desde aquele dia, fostes constituída pelo Senhor Onipotente poderosa remediadora de todas as necessidades. Mas se é doce e consolador prostrar-se diante de vós, e em honra vossa louvar o dia 22 de cada mês, como feliz lembrança de vosso felicíssimo trânsito, princípio para nós de conforto celeste, pela vossa ininterrupta intercessão. Ah! Não susteis no futuro o amor que dispensais aos vossos devotos, e fazei que a vossa proteção seja para nós todos escudo contra o pecado. Rogai sempre por todos os que vos saúdam e pedem vosso auxílio, ó Advogada das causas impossíveis! Santa dos tempos presentes, socorrei os pobres, ajudai os pusilânimes, sarai os doentes, consolai os aflitos, protegei a Santa Igreja, amparai o Santo Padre e abençoai nossa família.

Nós, neste dia abençoado, vos saudamos, gloriosa Santa Rita. Rogai por nós, ó Taumaturga de Cássia! Para que sejamos dignos de alcançar as promessas de Cristo. Amém.

Três Pai Nossos, Ave Marias e Glória ao Pai.


_____________________________________
1Exmo. E Revmo. D. Bernardo Martinez Noval, Bispo de Almeria, “Devocionário e Mês de Santa Rita de Cássia”, 2ª Parte, pp. 233-254.266-268. Editora Vozes Ltda., Petrópolis/RJ, 1938.

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...