Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

sábado, 16 de fevereiro de 2019

A Devoção à Santíssima Virgem, é Necessária a Todos os Homens, para Conseguirem a Salvação.



O douto e piedoso Suárez, da Companhia de Jesus, o sábio e devoto Justo Lípsio, doutor da Universidade de Lovaina, e muitos outros, provaram incontestavelmente, apoiados na opinião dos Santos Padres, entre outros, Santo Agostinho, Santo Efrém, Diácono de Edessa, São Cirilo de Jerusalém, São Germano de Constantinopla, São João de Damasco, Santo Anselmo, São Bernardo, São Bernardino, Santo Tomás e São Boaventura, que a devoção à Santíssima Virgem é necessária à salvação, e que é sinal infalível de condenação – opinião do próprio Ecolampádio e vários outros hereges, – não ter estima e amor à Santíssima Virgem. Ao contrário, é indício certo de predestinação ser-lhe inteira e verdadeiramente devotado.1

As figuras e palavras do Antigo e do Novo Testamento o provam; a opinião e os exemplos dos Santos o confirmam; a razão e a experiência o ensinam e demonstram; o próprio Demônio e seus asseclas, premidos pela força da verdade, viram-se muitas vezes constrangidos a confessá-lo a seu pesar. De todas as passagens dos Santos Padres e Doutores, que compilei para provar esta verdade, cito apenas uma, para não me alongar: “Tibi devotum esse, est arma quaedam salutis quae Deus his dat quos vult salvos fieri...” (S. João Damasc.) – Ser vosso devoto, ó Virgem Santíssima, é uma arma de salvação que Deus dá àqueles que quer salvar.

Eu poderia repetir aqui várias histórias que provam o que afirmo. Entre outras, 1º aquela que vem narrada nas Crônicas de São Francisco, em que se conta que o Santo viu, em êxtase, uma escada enorme, em cujo topo, apoiado no Céu, avultava a Santíssima Virgem. E o Santo compreendeu que aquela escada ele devia subir para chegar ao Céu; 2º a outra, narrada nas Crônicas de São Domingos: Quando o Santo pregava o rosário nas proximidades de Carcassona, quinze mil Demônios, que possuíam a alma de um infeliz herege, foram obrigados, por ordem da Santíssima Virgem, a confessar muitas verdades grandes e consoladoras, referentes à devoção a Maria. E eles, para própria confusão, o fizeram com tanto ardor e clareza que não se pode ler essa autêntica narração e o panegírico, que o Demônio, embora a contragosto, fez da devoção mariana, sem derramar lágrimas de alegria, ainda que pouco devoto se seja da Santíssima Virgem.


Fonte: São Luís Maria Grignion de Montfort, “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, Cap. I, Art. II, Segunda Consequência, § 1, n. 40, pp. 43-45; 10ª Edição, Editora Vozes Ltda, Petrópolis/RJ, 1979.

___________________
1A verdadeira devoção à Santíssima Virgem consiste em se lhe devotar e entregar. O culto de Dulia é a dependência, a servidão (S. Th. - Sum. Theol. 2-2, q. 103, a. 3, in fine corp.); o culto de Hiperdulia consiste numa dependência mais perfeita à Santíssima Virgem, ou, em outras palavras na escravidão preconizada por São Luís Maria G. de Montfort.


Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...