Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A Realeza da Verdade


Dom Fernado Arêas Rifan


Artigo publicado no jornal "A Folha da Manhã", 
Campos, no dia 13 de abril de 2011, quarta-feira.

No seu julgamento, Jesus explicara a Pilatos a natureza e o caráter específico da sua realeza: a verdade. Conforme nos explica Bento XVI no livro “Jesus de Nazaré II”, esse enfoque é de suma importância. Na ocasião, Pilatos perguntou a Jesus: “O que é a verdade?”.
    
“O que é verdade? A pergunta do pragmatista, jogada com um grau de ceticismo, é uma pergunta muito séria, a ver com o destino da humanidade. O que, então, é verdade? Somos capazes de reconhecê-la? Ela pode servir como critério para nosso intelecto e vontade, tanto nas escolhas individuais como na vida da comunidade?”

“A definição clássica da filosofia Escolástica designa a verdade como ‘adaequatio intellectus et rei’ (conformidade entre o intelecto e a realidade – S. Tomás de Aquino, Summa Theologiae I, p. 21, r. 2c). Se o intelecto do homem reflete uma coisa como ela é em si mesma, então ele encontrou a verdade: mas apenas um pequeno fragmento da verdade, não a verdade na sua grandeza e sua integridade”.
    
“Chegamos mais perto do que Jesus quis dizer com outro dos ensinamentos de Santo Tomás: ‘a verdade está propriamente e em primeiro lugar no intelecto de Deus; no intelecto humano está presente propria e derivadamente’ (De Verit., p. 1, a. 4 c). E para terminar chegamos à fórmula sucinta: Deus é ‘a própria verdade, a soberana e primeira verdade’”.
    
“Esta fórmula nos traz perto do que Jesus quer dizer quando ele fala da verdade, quando diz que seu objetivo na vinda ao mundo foi ‘testemunhar a verdade’. Frequentemente no mundo, verdade e erro, verdade e inverdade, são quase inseparavelmente misturadas. A verdade em toda a sua grandeza e pureza não aparece. O mundo é ‘verdadeiro’, na medida em que ele reflete a Deus: a lógica criativa, a razão eterna que o trouxe para a existência. E ele se torna mais e mais verdadeiro quanto mais ele se aproxima de Deus. O homem torna-se verdadeiro, ele se realiza, quando cresce na semelhança de Deus. Então ele alcança a sua própria natureza. Deus é a realidade que dá o ser e a inteligibilidade”.
“ ‘Dar testemunho da verdade’ significa dar prioridade a Deus e à sua vontade sobre e contra os interesses do mundo e seus poderes. Deus é o critério de ser. Neste sentido, a verdade é o verdadeiro ‘rei’ que confere luz e grandeza a todas as coisas. Pode-se dizer também que o dar testemunho da verdade significa fazer a criação inteligível e sua verdade acessível do ponto de vista de Deus — a perspectiva da razão criadora — de forma que ela possa servir como um critério e uma orientação a este nosso mundo, de modo a que os grandes e os poderosos sejam expostos ao poder da verdade, à lei comum, à lei da verdade”.
    
“Digamos claramente: a fracassada situação do mundo consiste precisamente na falha em compreender o significado da criação, na falha em reconhecer a verdade; como resultado, a regra do pragmatismo é imposta, pelo qual o braço forte do poderoso torna-se o ‘Deus’ deste mundo”.



Dom Fernando Arêas Rifan
Bisbo Titular de Cedamusa
Administrador Apostólico da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney
http://www.adapostolica.org/modules/wfsection/article.php?articleid=638

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...