Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Novena em Honra da Sagrada Família (8º Dia)



Oitavo Dia

Atos preparatórios, como no primeiro dia.

MEDITAÇÃO
A Sagrada Família
Protege Lá dos Céus as Famílias Piedosas

Durante a sua vida mortal sobre a terra, a Sagrada Família comprazia-se em consolar e auxiliar as famílias piedosas. Assim, é, que vemos a Jesus, Maria e José, voarem a dispensar favores e serviços a Isabel e Zacarias no dia da Visitação. Maria Santíssima, segundo refere o Evangelho, ia com pressa, atravessando as montanhas… E para que empreender tão longa viagem através das montanhas? Que motivo a determinou a correr com aquela pressa, senão a caridade, e o desejo de desempenhar-se da sua missão providencial de consolar uma família aflita?

Contemplemos igualmente a Jesus e a Sua Mãe nas Bodas de Caná. É uma família que se encontra em apuros; naquelas circunstâncias tão solenes chega a faltar-lhes o vinho, Jesus e Maria, sem que ninguém o pedisse, por compaixão para com ela, remedeiam o embaraço. “Não têm vinho”, disse a Mãe, e o Filho opera o Seu primeiro milagre em favor da atribulada família, convertendo a água em vinho. Vede nisto a caridade da Sagrada Família para com as Famílias que nEla confiam. E se na terra operou milagres de caridade em seu favor, com quanto mais razão e eficácia as protegerá lá do Céu, onde agora goza de um poder imenso, proporcional à imensa glória de que Deus a circundou. O mesmo poder de Deus, como que parece residir em suas mãos, pois, como diz Santo Afonso, não podemos duvidar de que Jesus Cristo, assim como quis ser sujeito a José e a Maria na terra, assim também no Céu se compraz em lhes fazer quanto eles pedirem. Por isso, Santo Agostinho, falando especialmente de São José, diz que os demais Santos, comparados em glória e poder com este glorioso Patriarca, não são mais do que pálidas estrelas em face do sol. E se isto afirma de São José, quanto mais o podia fazer de Sua Esposa e Rainha, Maria Santíssima? Assim é que outro piedoso escritor assegura que, em Maria e José pedindo a Jesus uma graça para seus devotos, a obtêm, por que o seu pedido tem antes o caráter de mandado, do que o de simples petição, em virtude da dignidade de Pais, de que gozam, para com Ele, e que no Céu conservam. Ditosas das famílias cristãs, a quem a Sagrada Família concede a Sua poderosa proteção. Felizes das almas, que merecem tal favor, por sua constante devoção a Jesus, Maria e José.

Meditação… Súplicas… e Gozos…
(como no primeiro dia)

Oração Jaculatória: Ó Jesus, manso e humilde de Coração, tornai o meu coração semelhante ao Vosso. (indulgenciada)

Obséquio: Prometerei a Jesus, Maria e José, invocar todos os dias da minha vida os Seus nomes Santíssimos, e recitar com frequência o

Ato de Consagração
das famílias cristãs à Sagrada Família

Ó meu Jesus e meu amabilíssimo Redentor, que, vindo iluminar o mundo com a Vossa doutrina e exemplos, quisestes passar a maior parte da Vossa vida mortal, obediente e submisso a Maria e a José, na humilde e pobre morada de Nazaré, santificando aquela Família, que devia ser o Modelo mais acabado das famílias cristãs, aceitai benigno esta nossa, que se Vos consagra agora e se Vos dedica. Protegei-a, amparai-a, defendei-a e comunicai-lhe o Vosso amor, e o santo temor de Deus; dai-lhe paz, concórdia e caridade cristã, para que possa, conformando-se com o divino Modelo, que na Vossa lhe destes, conseguir toda, sem exclusão de nenhum de seus membros, a Bem-aventurança eterna.

Ó Maria, Mãe amorosíssima de Jesus, e Mãe nossa, fazei aceitável perante Jesus, com a Vossa piedosa intercessão, esta nossa humilde oferta, e alcançai-nos as Suas graças e bênçãos.

Ó guarda Santíssimo de Jesus e de Maria, São José, ajudai-nos com as vossas súplicas, em todas as nossas necessidades espirituais e temporais, para que possamos, convosco e com Maria bendizer eternamente a Jesus, nosso divino Redentor.

EXEMPLO

Um Domingo pela manhã, apresentou-se num Convento de Redentoristas de N. um homem do povo; chamou um dos missionários e disse-lhe: “Padre, venho pedir a V. Rvma. o favor de cumprir agora a promessa que me fez há cinco anos.” - Que promessa? - “De benzer-me a minha casa, logo que estivesse concluída. Não se lembra V. Rvma. de que eu entrei aqui na Associação há cinco anos? Eu era dado à embriaguez, e por essa ocasião, fiz promessa de não tornar a beber mais licores e de empregar as minhas economias em construir uma casa. Vossa Reverendíssima animou-me a isso, muito, e disse-me: – Bem, muito bem, agora tendo entrado na Associação já não pode tornar a embriagar-se nem dar maus exemplos. Faça a sua casa e no dia em que a tiver concluída eu irei benzê-la. – A casa está feita, Padre, ontem à tarde pregou-se-lhe o último prego, e eu venho hoje pedir-lhe para ir benzê-la.” Perfeitamente, lhe tornou o Padre, e foi com o homem, e encontrou uma linda vivenda; benzeu-a e logo perguntou à família, toda reunida: Então, não estão contentes agora, não reconhecem como próspera quem se dedica a servir a Jesus, Maria e José?” Aquela pobre gente recordando-se do que em outros tempos havia sofrido, e como pela devoção à Sagrada Famílias havia conseguido a paz e concórdia, o bem espiritual e temporal, só respondeu com lágrimas de ternura, alegria e gratidão para com os seus celestiais Benfeitores. Assim, consola e presenteia a Sagrada Família aos seus devotos servos.

JACULATÓRIAS

Amado Jesus, Maria e José, o meu coração Vos dou e a minha alma.

Amado Jesus, Maria e José, assisti-me na última agonia.

Amado Jesus, Maria e José, expire em paz entre Vós a minha alma.


Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...