Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

domingo, 28 de maio de 2017

Por Quê Deus Permite os Males e os Maus?



Santo Agostinho explica-nos porque permite Deus os males e os maus: para dar-lhes o tempo de se converterem e aos bons de se purificarem mais:

Lembra-se dos homens maus que tem de sofrer e este sofrimento, que lhe causam os homens maus, ele o chama seu exercício. Não julgueis que sem motivo existam os maus neste mundo e que não tire Deus algum bem deles. Todo aquele que é mau, ou vive para que se corrija, ou vive para que por ele se exercite quem é bom… Oxalá, pois, os que agora nos exercitam (a paciência) se convertam e, por sua vez, sejam exercitados conosco. Contudo, enquanto permanecem tais que nos molestam, não os odiaremos, porque, por ser mau alguns deles, não sabemos se continuará assim até o fim. E quase sempre, quando te parece odiar a um inimigo, tens ódio a um irmão, sem o saberes’ (“Tratado Sobre os Salmos”, Salmo 54, 6)”.


Fonte: Rev. Pe. Alcionílio Brüzzi Alves da Silva, Salesiano, “Manual da Semana Santa”, Quinta-feira Santa – Ofício de Trevas, Matinas (II Noturno – Lição IV-V), pp. 215-217; 2ª Edição, Livraria Salesiana Editora, São Paulo, 1945.

Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...