Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

sábado, 13 de junho de 2020

Prometeu a Santo Antônio, tem que cumprir!


Santo Antônio
e o Guarda-chuva.


Em dia chuvoso, percorria uma senhora as ruas de Toulon, a fazer compras em diversas lojas. Estava com muita pressa, pois era tempo de embarcar e por preço algum perderia o vapor. Enfim, chegou ao porto… De repente, reparou na falta do guarda-chuva… Com certeza tinha-o esquecido numa das lojas…

Que fazer?… Não podia voltar porque não lhe restava tempo para procurá-lo. Lembrou-se de Santo Antônio, que encontra as coisas perdidas. Fêz-lhe a promessa de cinco francos para os pobres, caso achasse o objeto que acabava de perder. Mal fizera a promessa, eis que vem correndo o empregado de uma das lojas devolvendo-lhe o guarda-chuva, minutos antes do embarque…

Bom! E os cinco francos!… Tinha reavido o guarda-chuva, mas queria ficar com o dinheiro…

Pensava consigo:

Quando prometi os cinco francos, o empregado já estava de caminho com o guarda-chuva à minha procura, por conseguinte, não devo nada ao Santo.

Logo um golpe de vento arranca-lhe o guarda-chuva das mãos, atira-o na água, de onde nunca mais surgiu…

Santo Antônio provou como castiga a quem não quer dar o prometido aos pobres.

O Domingo – 18 de Setembro de 1949.



Fonte: Rev. Pe. Geraldo Vasconcellos, “Lições Edificantes”, Cap. XII, p. 461. Gráfica Cerbino, Niterói/RJ, 1951.

Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...