Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Eis as Consequências dos Piores Pais do Mundo!



Educando as Crianças

O Beato Marcelino Champagnat, insigne educador, lembra que, “a terra para produzir frutos abundantes, necessita de três coisas: bom lavrador, boa semente e boa preparação da superfície a ser cultivada. A terra, explica ele, são as crianças; o lavrador, os pais e professores; a semente, os bons princípios que devem ser ensinados; e a preparação da terra, a forma pela qual lhes é transmitida a educação”.[1]

Firmeza

“A firmeza e a autoridade são absolutamente necessárias na educação, continua o Beato Champagnat. Na firmeza autêntica deve prevalecer a razão, a sã consciência, a reflexão, o bom conselho, a paciência. É preciso evitar a falsa firmeza, onde prevalecem o mau-humor, a cólera, a paixão, a inflexibilidade e a imposição exagerada”.[2]

Educando os Filhos

“É preciso ir corrigindo, com muito jeito, os defeitos dos meninos, tais como o orgulho, o egoísmo, a preguiça, a ingratidão, etc. A alma dos meninos é como um campo que deve ser cultivado convenientemente. O objetivo da educação é, pois, semear esse campo, podar a vinha, arrancar os espinhos, tirar a cizânia, etc., lembra o Beato Marcelino Champagnat, grande educador.[3]

 
Exemplo para Grandes e Pequenos

D. Bosco conta que seu discípulo São Domingos Sávio, “aprendeu com extraordinária facilidade as orações da manhã e da noite, quando apenas tinha quatro anos de idade”.[4] É um exemplo para todos, grandes e pequenos. As mães devem ensinar seus filhos a rezarem desde cedo. E os que ainda não sabem rezar, sejam jovens ou velhos, chegou a hora de aprender!


“Muitos jovens seguem o mau caminho pois seus pais não souberam cultivar neles, com o exemplo e a palavra, o senso religioso da vida”.[5]

Fortaleza

Em meio às dificuldades e aborrecimentos do dia a dia, a virtude da fortaleza é cada vez mais necessária. Ela está ao alcance de cada um de nós, mas isso se a pedirmos a Nossa Senhora. A virtude da fortaleza dá à vontade um impulso e uma energia para fazer grandes coisas, suportar sofrimentos, e superar os obstáculos do caminho.[6]

Por   /   4 de maio de 2012  /
As fotos foram achadas livremente na web e postadas em um blog – o My Parent Is An Idiot (Meu Pai/Mãe é um idiota) – que mostra os “piores pais do mundo”Veja e tire suas conclusões:

SEM COMENTÁRIOS, AS IMAGENS POR SI JÁ DIZEM TUDO…

DEUS NOS GUARDE!




[1]   Cfr. Beato Marcelino Champagnat, Ensinamentos Espirituais, Ed. Luís Vives, Espanha, 1955, pp. 373-374.
[2]   Op. cit., idem.
[3]   Cfr. Beato Marcelino Champagnat, Ensinamentos Espirituais, Ed. Luís Vives, Espanha, 1955, p. 308.
[4]   Cfr. Pe. Francisco Fernández, S.D.B. Editorial D. Bosco, Montevidéu, 1954, p. 20.
[5]   Op. cit., idem, p. 20.
[6]   Cfr. Pe. Gabriel A. Roschini, Instruções Marianas, Ed. Paulinas, São Paulo, 1960, pp. 177-190.


Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...