Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

domingo, 25 de março de 2012

Quando a Vidência é confirmada pela Evidência





Revelações Proféticas

São Nilo


♣ São Nilo, um eremita do século V, que foi amigo e discípulo de São João Crisóstomo e su­perior de um mosteiro de Ancira, na Galácia, morreu em 430, a sua profecia foi escrita a mais de 1570 anos e inserida na obra "Biblioteca Sanctorum". Vejamos:

"Depois do ano 1900, por meados do século XX, as pessoas se tornarão irreconhe­cíveis... Quando se aproximar o tempo da vinda do Anticristo, a inteligência dos homens será obscu­recida pelas paixões carnais: a degradação e o desregramento se acentuarão. E o mundo ficará irre­conhecível. As pessoas mudarão de aparência, tornando-se impossí­vel distinguir os homens das mulheres, por causa do descaramento em seu modo de vestir e a moda dos cabelos. Es­sas pessoas serão desumanas e como autênticos animais selvagens, devido às tentações do Anticristo.

Não mais se respeitarão os pais e as pessoas idosas. O amor desaparecerá. E os Pas­tores cristãos, Bispos e Padres, serão homens frívolos, completamente incapazes de distin­guir entre o caminho da direita e o da esquerda. Nesse tempo, as Leis Morais e as Tradições dos cristãos e da Igreja mudarão. As pessoas já não praticarão a modéstia e reinará a dissipação!... A mentira e a cobiça atingirão grandes proporções, e infelizes da­queles que amontoarem riquezas! A luxúria, o adultério, a homossexualidade, os atos ocul­tos e o assassínio serão as regras da sociedade.

Nesse tempo, devido ao poder de tão grandes crimes e de uma tal devassidão, as pes­soas serão privadas da Graça do Espírito Santo, recebida no Batis­mo, e nem sequer sentirão remorsos. As igrejas serão privadas de Pastores pie­dosos e tementes a Deus, e infelizes dos cristãos que estiverem na terra nesses momen­tos! Perderão a Fé, porque não haverá mais quem lhes mostre a luz da verdade. Alguns afastar-se-ão do mundo, refugiando-se em lugares santos, na intenção de aliviar seus sofrimentos espirituais, mas só encontrarão obstáculos e contrariedades por toda a parte.

Tudo isto se deverá ao fato de o Anticristo querer ser o senhor de todas as coisas e se tornar o mestre do universo. O Anticristo realizará milagres e sinais inexplicáveis. Ele dará tam­bém a um homem uma sabedoria capaz de descobrir um modo pelo qual uma pessoa possa ter uma conversa com outra, de um canto a outro da terra (note-se que no século V se ig­norava o telefone, o fax, o rádio e a televisão). Nesse tempo os homens voarão pelos ares como as aves e descerão ao seio do oceano como se fossem os peixes... (no século V se desconhecia o avião e o submarino).

E quando se encontrarem em tais circunstâncias, esses infelizes verão suas vidas ro­deadas de conforto, sem saberem que tudo não pas­sa de um embuste de Satanás. Satanás en­cherá a ciência de vaidade, a tal ponto que ela se afastará do caminho reto, levando as pesso­as a perderem a Fé na existência de Deus... E Deus, infinitamente Bom, vendo a decadência da raça humana, abreviará os dias, por amor ao pequeno número dos que deverão ser salvos, porque o Inimigo dese­jaria arras­tar até mesmo os eleitos à tentação, se tal fosse possível. En­tão, a espada do cas­tigo aparecerá de repente e derrubará o Corruptor e seus servidores"("Biblioteca Sanctorum", Vol. IX, p. 1008).

São Vicente Ferrer


► "Vendrá un tiempo que ninguno lo habrá visto hasta entonces... Se producirá un estru­endo tan grande, de modo que ni fue ni se espera otro mayor, sino el que se experimente en el juicio.

Llorará la Iglesia... Ahora está lejos; pero llegará sin falta y muy cerca de aquel tiempo en que dos empezarán a hacerse reyes: pero sus días no se alargarán mucho. Veréis una señal y no la conoceréis; pero advertir que en aquel tiempo las mujeres vestirán como hombres y se portarán según sus gustos licenciosamente y los hom­bres vestirán de mujeres" (Dr. D. Benjamín Martín Sánchez, Profesor de S. Escritura, "Los últimos tiempos" − Profecías públicas y privadas, pp. 52-54, 2ª edición, Ediciones Monte Ca­sino, Zamora, 1971).

Esta profecía está sacada de un sermón que predicó San Vicente Fer­rer en Barcelona el 13 de septiembre de 1403, bajo el lema Ti­mete Deum. Así lo afirma el autor de un libro titulado "Profe­cías" impreso en Lérida en 1871 y el de un folleto impreso en 1879 en Barcelona por An­tonio Bosch. Y si esto ha de suceder para cuando las mujeres den en la manía de vestir como hombres y los hom­bres se afeminen hasta pare­cer como mujeres, no indicará ya esto que se aproxima la hora de los acontecimientos profetizados?

São Boaventura


► "Marcas do Advento do Anticristo:

─ Quando os velhos não tiverem nem bom senso nem prudência;

─ quando os cristãos estiverem sem Fé;

─ quando o povo estiver sem amor;

─ quando os ricos forem sem misericórdia;

─ quando os jovens não tiverem respeito;

─ quando os pobres forem sem humildade;

─ quando as mulheres tiverem perdido o pudor;

─ quando, no casamento, não houver mais continência;

─ quando os clérigos forem sem honra e sem santidade;

─ quando os religiosos não tiverem verdade nem austeridade;

─ quando os prelados não se inquietarem de sua administração e não tiverem pie­dade;

─ quando os mestres da terra não tiverem misericórdia nem liberalidade"

(São Boa­ventura; cfr. Enciclopédia "Aurifodina Universalis", 1865, Frei Robert, O.F.M-cap.).

Teresa Musco


♣ Desde os 4 anos de idade, ela foi agraciada com aparições de Nossa Senhora, que a aju­dava nos trabalhos domésticos, a ensinava e lhe fazia companhia. Alma escolhida, conhecida apenas pelo pequeno grupo que com ela convivia e pelos Sacerdotes que a assistiam espiritual­mente e pelos Teólogos, Médicos, Psiquiatras e Psicólogos que estudaram seus fenômenos; teve uma incrível ri­queza de Carismas e Dons, que ultrapassava a tudo o que até então se co­nhecia, como bilocações, estigmas da Paixão e aparição de objetos materiais, como dinheiro, co­mida e remédios para sua fa­mília pobre, clarividência, conhecimento do futuro, inclusive a sua própria morte aos 33 anos.

Em presença dela, as imagens do Ecce Homo, do Sagrado Coração, do Menino Jesus, da Santa Face, do Crucifixo, da Imaculada Conceição e de Nossa Senhora das Dores, derrama­vam lágri­mas e sangue, às vezes durante um quarto de hora. No total, foram 567 manifestações com imagens de Jesus, e 190 com imagens de Nossa Senhora.

Os êxtases em que Teresa revivia os sofrimentos da Paixão de Cristo, recebendo os estig­mas, deixavam atônitos os peritos em Teologia e Medicina, que os presenciavam e estuda­vam.

Com relação às suas revelações sobre os tempos finais, o Cardeal Siri opinou: "É a Mãe de Deus que nos avisa. Deus quer que respondamos em tempo, a fim de evitar o pior". Vejamos algu­mas:

► "Haverá muitos caminhos na Igreja (falou-lhe Maria Santíssima, em 20/5/1951). Os cris­tãos que rezam serão poucos. Muitos caminham para o Inferno. As mulheres perderão o pudor e a vergonha. Satanás tomará sua forma (da mulher) para fazer cair a muitos... Terá lugar uma gran­de guerra. Mortos e feridos incalculáveis. Satanás canta­rá vitória. Será o momento em que todos ve­rão Meu Filho aparecer sobre as nuvens, para julgar aos que desprezam seu Sangue inocente. Então o Meu Coração Imaculado triunfará".

A parte mais impactante se encontra sob a data de 1 de Janeiro de 1952:

"Quero dizer-lhe que o mundo se acha pervertido. Apareci em Portugal e dei mensa­gens. Ninguém Me atendeu. Falei em Lourdes, La Salette, porém, foram poucos os cora­ções duros que amoleceram. Quero falar-lhe, inclusive, do Terceiro Segredo que dei a Lú­cia, em Fá­tima, e dizer-lhe que há tempo ele foi lido, mas ninguém o quis publicar. Prefe­rem guardá-lo, até que venha o Papa Paulo VI (no ano de 1952 o Papa Paulo VI esta­va ainda escondido nos desíg­nios de Deus). Ele irá encontrar-se com Lúcia. Mas esse Papa não ousará falar, porque o Segre­do é espantoso. Limitar-se-á a pedir penitência e ora­ção..." (Teresa Musco, mística italiana, Ca­serta, 1943/76).

Nossa Senhora do Bom Sucesso, de Quito, Equador
(08/12/1634).


"Porque te faço saber que, do término do século XIX até um pouco mais da metade do século XX..., extravasarão as paixões e haverá uma total corrupção de costumes por reinar quase Satanás nas Seitas maçônicas, a qual visará principalmente à infância, a fim de manter com isto a corrupção geral. Ai dos meninos deste tempo! Dificilmente receberão o Sacramento do Batismo, nem o da Confirmação. O Sacramento da Confissão, só en­quanto permanecerem nas escolas católicas, que o Diabo porá todo empenho em destruir, valendo-se de pessoas au­torizadas.

... a Seita, havendo-se apoderado de todas as classes sociais, possuirá tanta sutile­za para introduzir-se nos ambientes domésticos que perderá as crianças e o Demônio se gloriará de alimentar-se com o requintado manjar dos corações dos meninos.

Nesses tempos infaustos mal se encontrará a inocência infantil. Desta forma per­der-se-hão as vocações para o Sacerdócio, e será uma verdadeira calamidade.

O mesmo sucederá com a Sagrada Comunhão. Mas, ai! Quanto sinto ao te manifes­tar que haverá muitos e enormes sacrilégios, públicos e também ocultos, de profanações à Sagra­da Eucaristia! Muitas vezes, nessa época, os inimigos de Jesus Cristo, instigados pelo Demô­nio, roubarão nas cidades as Hóstias consagradas, com o único fim de profanar as Eucarísti­cas Espécies! Meu Filho Santíssimo Se verá jogado ao chão e pisoteado por pés imundos.

... E o mais pungente nesse combate dar-se-á em razão de algumas religiosas incau­tas, que sob a aparência de virtude e zelo mal-intencionado, corroerão a existência de sua Mãe, a Religião, que as aconchegou em seu seio. Assumirão elas sobre si grandíssi­mas responsabi­lidades, as quais, só por compaixão Divina, o fogo do Purgatório poderá purificar.

... Por este tempo o Sacramento da Extrema Unção, posto que faltará nesta pobre Pá­tria o espírito cristão, será pouco considerado. Muitas pessoas morrerão sem recebê-lo − seja por descuido das famílias, seja por um mal-entendido afeto para com seus enfer­mos, outros também por irem contra o espírito da Igreja Católica, impelidos pelo maldito Demônio −, pri­vando as almas de inumeráveis Graças, consolos e força, para darem o grande salto do tempo à eternidade. Contudo, algumas pessoas morrerão sem recebê-lo por justos e secretos casti­gos de Deus.

Quanto ao Sacramento do Matrimônio, que simboliza a união de Cristo com a Igre­ja, será atacado e profanado em toda a extensão da palavra. O maçonismo, que então rei­nará im­porá leis iníquas com o objetivo de extinguir esse Sacramento, facilitando a todos o viverem mal, propagando-se a geração de filhos mal-nascidos, sem a bênção da Igreja. Irá decaindo ra­pidamente o espírito cristão, apagar-se-á a luz preciosa da Fé até chegar a uma quase total e geral corrupção de costumes. Acrescidos ainda os efeitos da educação laica, isto será motivo para escassearem as vocações sacerdotais e religiosas.

O Sagrado Sacramento da Ordem Sacerdotal será ridicularizado, oprimido e despreza­do, porque neste Sacramento se oprime e conspurca a Igreja de Deus, e a Deus mes­mo, repre­sentado em seus Sacerdotes. O Demônio procurará perseguir os Ministros do Senhor de todos os modos, e trabalhará com cruel e sutil astúcia para desviá-los do espíri­to de sua vocação, corrompendo a muitos deles. Estes que assim escandalizarem o povo cristão farão recair so­bre todos os Sacerdotes o ódio dos maus cristãos e dos inimigos da Igreja Católica Apostólica Romana. Com este aparente triunfo de Satanás, atrairão sofri­mentos enormes aos bons Pasto­res da Igreja, e à excelente maioria de bons Sacerdotes e ao Pastor Supremo e Vigário de Cris­to na terra, que, prisioneiro no Vaticano, derramará se­cretas e amargas lágrimas na presença de seu Deus e Senhor, pedindo luz, santidade e perfeição para todo o Clero do Universo, do qual é Rei e Pai.

No Clero Secular haverá, nessa época, muito que desejar, porque os Sacerdotes se descuidarão do seu sagrado dever. Perdendo a bússola Divina, desviar-se-ão do caminho tra­çado por Deus para o Ministério Sacerdotal e apegar-se-ão ao dinheiro, em cuja obten­ção po­rão demasiado empenho...

Ademais, nesses infelizes tempos haverá um luxo desenfreado que, por ser laço de pecado para os demais, conquistará inúmeras almas frívolas e as perderá. Quase não se en­contrará inocência nas crianças, nem pudor nas mulheres, e, nessa suprema necessida­de da Igreja, calar-se-á aquele a quem competia a tempo falar... nesses tempos estará a at­mosfera saturada do espírito de impureza, que à maneira de um mar imundo correrá pelas ruas, praças e logradouros públicos com uma liberdade assombrosa.

Quase não haverá almas virgens no mundo. A delicada flor da virgindade, tímida e ameaçada de completa destruição, luzirá longe. Refugiando-se nos claustros, encontrará terre­no adequado para crescer, desenvolver-se e viver sendo seu aroma o encanto de Meu Filho Santíssimo e o para-raio da ira Divina. Sem a virgindade seria preciso, para purificar estas ter­ras, que chovesse fogo do Céu.

... no fim do século XIX, avançando por grande parte do século XX, várias heresias se propagarão... E com o domínio delas, apagar-se-á nas almas a luz preciosa da Fé, pela quase total corrupção dos costumes. Nesse período haverá grandes calamidades físicas e morais, públicas e privadas.

O pequeno número de almas que conservará oculto o tesouro da Fé e das virtudes so­frerá um cruel, indizível e prolongado martírio. Mui­tas delas descerão ao túmulo pela vio­lência do sofrimento e serão con­tadas como mártires que se sacrificaram pela Igreja e pela Pátria.

Para a libertação da escravidão destas heresias, aqueles a quem o amor misericordio­so de Meu Filho Santíssimo destinará para esta restauração, necessitarão de grande força de vontade, constância, valor e muita confiança em Deus. Para pôr à prova esta Fé e confiança dos justos, haverá ocasiões em que tudo parecerá perdido e paralisado. Será, então, o feliz princípio da restauração completa..."(Revelações Proféticas de Nossa Senhora do Bom Sucesso à Madre Mariana de Jesus Torres, Concepcionista; cfr. "Vida Admirable de la Rvda. Madre Mariana de Jesus Torres, española y una de las fundadoras del Monasterio real de la Límpia Concepción en la Ciudad de Quito", escrita por el Rvdo. Padre Manuel Sousa Pereira de la Orden Seráfica de los Meno­res del Convento Máximo de S. Francisco de Quito en el Ecua­dor, Tomos I e II, 1934).

Santa Catarina de Sena


"O bem só triunfará quando a corrupção atingir o seu auge" (Santa Catarina de Sena; cfr. "Santa Catarina de Sena", por Johannes Joergensen, Liv. II, Cap. IX, Ed. Vozes).


“Não desprezeis as Profecias.
Examinai tudo;
abraçai o que for bom”

(1ª Tes. 5, 20-21).


Fonte: Acessar o ensaio "Reminiscência sobre a Modéstia no Vestir" no link "Meus Documentos - Lista de Livros".

 

Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...