Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

domingo, 21 de fevereiro de 2021

A INCONVENIÊNCIA DOS PRAZERES.

 


Não vos admireis se o Senhor chama os prazeres de espinhos. Não vos percebeis este fato, porque estais embriagados pela paixão. Mas aqueles que estão sóbrios, sabem que os prazeres dilaceram mais que os espinhos, que desgastam mais que as preocupações, que fazem sofrer mais cruelmente tanto o corpo quanto a alma. Não, a preocupação não fere tanto quanto a saciedade. Quando o homem dado aos prazeres se vê nas garras da insônia, quando suas têmporas rebentam, quando lhe pesa a cabeça, quando sofre nas entranhas, podeis ver o quanto essas dores são mais cruéis que os espinhos. Os espinhos, seja qual for a maneira com que agarremos, fazem sangrar a mão que os agarrou; do mesmo modo os prazeres ferem os pés, as mãos, a cabeça, os olhos, numa palavra, o corpo inteiro; elas são áridas e estéreis como o espinho; causam danos muito mais graves, e em coisas essenciais. Conduzem a uma velhice prematura, embotam os sentidos, obscurecem a razão, cegam o espírito que antes era clarividente, tornam o corpo mole e flácido, aumentando nele a massa de impurezas, acumulando sobre ele os males, tornam sua carga mais pesada, seu peso excessivo. Daí, a ocorrência de numerosas e repetidas quedas e de frequentes naufrágios.


Fonte: São João Crisóstomo, Homilia XLIV, sobre o Evangelho de São Mateus, 5.


Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...