Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

Sobre o Ato de Amor a Deus.


Ensina São Francisco de Sales: “Alguns põem a perfeição na austeridade da vida, outros na oração, estes na frequência dos Sacramentos, aqueles nas esmolas. Enganam-se. A perfeição consiste em Amar a Deus de todo o coração”.


Por isso, rezava Santo Inácio de Loyola assim:


Porque sois o Amor, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

De todo o meu coração, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com todos os que Vos ama, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com vossos Apóstolos, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com vossos Mártires, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com vossas Virgens, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com os penitentes, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Nos meus pais, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Unicamente por vosso amor, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque sois o meus Deus, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque sois o meu Redentor, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque sois o Alimento de minha alma, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Consolador de todos os que choram, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Sumo Bem de minha alma, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque me escolhestes, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque me chamastes, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Tantas vezes me falastes, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Tantas vezes perdoastes meus pecados, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Tantas vezes Vos esqueci, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Vós, porém, sempre Vos lembrastes de mim, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque sois infinitamente amável, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque me prometestes o Céu, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Porque me destes vossa Mãe, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Mesmo que não me prometêsseis o Céu, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Na virtude da pobreza, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Mesmo que me abandonásseis na indigência, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Na virtude da castidade, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Na virtude da obediência, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Nas minhas dores, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Nas minhas alegrias, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Nas minhas enfermidades, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Na dignidade e no desprezo, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Se me perseguirem, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Nas dúvidas e nas dificuldades, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Na morte que me sobrevirá, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com os vossos Anjos, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Com vossa Mãe Santíssima, ó Bom Jesus, eu Vos amo.

Em união com o amor infinito com o qual Vós mesmo Vos amais, ó Bom Jesus, eu Vos amo.


Senhor Jesus, ensinai-nos a ser generosos, a Vos servir como Vós o mereceis, a dar sem contar, a combater sem preocupação das feridas, a trabalhar sem procurar repouso, a nos gastar sem esperar outra recompensa, que a de saber que nós fazemos vossa Santa Vontade. Amém.


E São Francisco de Sales impreca-nos com as seguintes palavras:


Cumpre escolher, ó mortal, nesta vida mortal, ou o Amor sempiterno, ou, então, a morte eterna; a Ordem do Grande Deus não deixa aí meio termo”.1


____________________

1.  “Tratado do Amor de Deus”, Liv. XII, Cap. XIII, p. 658. 2ª Edição, Editora Vozes, 1996.


Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...