Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Santo Antônio Faz um Animal Irracional, Adorar o Ss. Sacramento do Altar.



Na cidade de Bourges, ou, como afirmam os Bolandistas, em Tolosa residia Guialdo, um dos mais pertinazes e prestigiosos chefes dos hereges albigenses, os quais negavam, entre outros dogmas da nossa Santa Religião, o da Presença Real de Jesus Cristo no Augustíssimo Sacramento do Altar. Este herege resistiu inabalável, incrédulo e impertinente às discussões de Santo Antônio sobre o assunto.

Deixemos-nos de palavras” – respondeu Guialdo. “Prove-se por um milagre público a Presença Real de Jesus Cristo no Sacramento do Altar e eu renunciarei às minhas doutrinas. Tenho um animal; encerra-lo-ei durante três dias, privando-o de qualquer alimento; decorrido este tempo, conduzi-lo-ei, à vista de todos, à praça pública, onde só, então, lhe dareis comida e, ao mesmo tempo, vós lhe apresentareis a Eucaristia. Se o animal, com fome de três dias, deixar de parte o alimento, para se prostrar ante a Eucaristia, eu, desde esse momento, convencer-me-ei de que estou no erro”.

Santo Antônio, apesar da grosseria da proposta, por inspiração especial do Céu, aceitou-a.

Chegado o dia determinado, Guialdo, seguido de numerosos adeptos, aparece na praça com o animal faminto.

Santo Antônio, depois de ter celebrado, com íntima devoção a Santa Missa, aproxima-se, cercado de uma multidão enorme de fiéis e de curiosos, que ansiosos esperavam. Trazendo nas suas mãos sagradas a Eucaristia, volta-se para o animal irracional e assim fala: “Em virtude e em Nome do teu Criador, que trago nas mãos, ainda que indignamente, mando-te e ordeno-te que venhas, imediatamente prostrar-te diante Dele, a fim de que, por este fato, os hereges reconheçam que todas as criaturas estão submetidas ao seu Criador1, o qual cotidianamente se imola sobre os altares”.

Fato admirável, que só podia realizar o Todo Poderoso!

O animal, dócil à voz do Altíssimo, embora faminto, deixa de lado o alimento, que o dono lhe mandou apresentar, prostra-se reverente por terra e, deste modo, atesta evidentemente a Presença Real de Jesus Cristo na Hóstia consagrada.

Quem será capaz de descrever o assombro, a confusão, que se apoderou dos hereges, as torrentes de júbilo celestial, que inundaram o coração do Santo e dos fiéis?

Unanimemente louvaram e glorificaram todos a Deus, por haver manifestado, por um testemunho tão claro, o Seu poder incomensurável e a Sua glória incomparável.

A fim de perpetuar este fato, único e singular, Guialdo e sua família construíram um templo magnífico neste lugar abençoado.

Ele, os membros de sua família e milhares de outros se convenceram da verdade; abandonaram as doutrinas falsas e mortíferas e incorporaram-se às fileiras dos discípulos do divino Mestre.

Depois desta maravilha inaudita, Santo Antônio foi por todos denominado e aclamado – “o Martelo dos Hereges”.



Fonte: Rev. Pe. Frei Luiz, O.F.M., “A Vida e o Culto de Santo Antônio”, 1ª Parte, Cap. 14º, pp. 160-163. 3ª Edição. Butzon e Bercker – Editores Pontifícios, Petrópolis/RJ, 1907.


_________________
1Salmo 118, 91.

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...