Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Novena em Honra da Santíssima e Imaculada Virgem Maria do Monte Carmelo. (9º Dia)

_________


Nono Dia

_______


Exposição do Santíssimo Sacramento


Hymnum



Tantum ergo sacramentum

Veneremur cernui;


Et antiquum documentum


Novo cedat ritui;


Praestet fides supplementum


Sensuum defectui.


Genitori Genitoque


Laus et jubilatio;


Salus, honor, virtus quoque,


Sit et benectio;


Procedenti ab utroque


Compar sit laudatio.


Amen.


______




Deprecação


Abri, Senhor, a nossa boca para louvar o vosso Santo Nome; purificai também o nosso coração de todos os pensamentos vãos, perversos e alheios; iluminai o nosso entendimento, inflamai a nossa vontade para que digna, atenta e devotamente possamos exercitar a presente devoção, e merecer ser ouvidos na presença de vossa Divina Majestade. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.


V. A Santa Mãe de Deus e dos Carmelitas seja conosco e sempre nos assista.

R. Amém.


V. Deus, vinde em meu auxílio.

R. Senhor, apressai-vos em socorrer-me.


V. Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo.

R. Assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos dos séculos. Amém.


___________



Invitatório


A Nosso Senhor Jesus Cristo, que se dignou que sua Mãe Santíssima se intitulasse, particularmente, Mãe dos Carmelitas. Vinde, adoremos.

___________



Hino


Virgem que o mundo inteiro venera,

Que a Santa Prole do nevado do Carmo

Por mãe venera, recebe estes nossos cândidos votos.


O nosso Elias divisando a Nuvem

Clamou dizendo: Vede aqui a forma

Da Mãe bendita, da preclara Virgem, Cópia certa.


Não tinha vindo do Celeste Trono

O Verbo Santo, já me protegendo

Te vejo, Nuvem, sendo de meus filhos a Próvida amante.


Também primeiro que este mundo deixes,

Um Templo Santo minha grata prole

Há de erigir-te por sinal do nosso íntimo afeto.


Do nosso Monte, rogo, não te afastes,

Mas sempre orvalha flores que cultivo;

O jardim cresça, até que teus altares floridos fiquem.


Dê-se honra ao Pai, ao Divino Filho,

A quem procede juntamente de ambos:

À Virgem Santa dê-se em todo o mundo, cânticos eternos. Amém.



Meditação


Maria Santíssima com a sua Intercessão

Abrevia aos seus Religiosos e Confrades

as Penas do Purgatório


CARIDADE


I


A Mãe do belo e santo amor que amando-nos em Deus e por Deus nos ama com caridade inexcedível, segundo a expressão de São Pedro Damião, não restringe os seus desvelos ao curso de nossa vida mortal, vai ainda mais além e até nos domínios da morte vai buscar os seus filhos para lhes fazer bem. Seu amor é na realidade mais forte do que a própria morte, e para o seu ardente zelo não são impenetráveis nem mesmo os sólidos e incandescentes muros do cárcere do Purgatório. Afamada libertadora dos encarcerados, como entusiasticamente a denomina Santo Efrém, Sírio, e Chave do Reino celestial, com seus rogos e mediação não só torna mais toleráveis para as almas santas do Purgatório, especialmente para as que lhe foram devotas, aquelas penas atrozes, como também alcança para muitas de entre elas plena e inteira libertação. Assim o têm entendido por luz sobrenatural os maiores Santos, assim o têm crido e pregado os mais insignes Doutores, firmando-se nas ternas palavras que Santa Brígida ouviu do Salvador dizer à sua divina Mãe: tu ó minha Mãe, és também Mãe de misericórdia e consolo e doçura das almas detidas no cárcere do Purgatório.


E então, que fará a Protetora especial do Carmelo pelas almas de seus filhos, padecentes e cheias de angústias no lago pavoroso da mais dura expiação?


Aquela que foi para com eles tão boa Mãe enquanto viviam aqui na terra, terá por ventura achado entre os tesouros do seu amor e do seu poder algum recurso com o qual os socorra com especial e privilegiada liberalidade? A resposta já tu a tens, ó minha alma, no insigne documento apostólico que o mundo cristão conhece sob o nome de Bula Sabbatina. Nele, entre as excelentes prescrições e salutares regras de bem viver que Maria Santíssima aponta aos seus Carmelitas, faz também saber ao Papa João XXII que Ela, além de ser Mãe e generosa protetora dos que se acham revestidos de sua insígnia sagrada, há de também pela eficácia da sua intercessão baixar ao Purgatório, especialmente no primeiro sábado depois do óbito de cada um deles, para livrá-los daquelas penas e conduzi-los ao Monte Santo e região de eterna vida. Este rasgo de celestial liberalidade, este que bem se poderá chamar pleno e extraordinário jubileu de eterna redenção e ventura, tem sido confirmado, promulgado, explicado e em mais de uma ocasião defendido pela autoridade veneranda dos principais de entre a Hierarquia da Santa Igreja Católica. Em vão uma crítica tão agressiva quanto parcial, debalde um zelo tão imprudente quão pouco ilustrado, tem ousado colocar como matéria de parecer a promessa de Maria Santíssima, constata na Bula Sabbatina, promessa que há cinco séculos para cá tem sido a consolação de inumeráveis almas, poderoso estímulo para a caridade cristã e suave atrativo com que Maria Santíssima atrai os corações à sua santa e salutar devoção. Ó caridade sem limites da Matriarca do Carmelo! Bem podes, ó minha alma, denominá-la, juntamente, com o Eclesiástico, torrente abundante de águas refrigerantes; rio caudaloso de doçuras que saindo dos mananciais do Paraíso eterno penetra até as mais recônditas cavidades do Purgatório e extingue para os prediletos da Virgem o fogo atormentador em que jazem submergidos.


Eleva agora, ó minha alma, as tuas vistas até a fonte da misericórdia e do amor, da caridade a mais ardente que se pode achar em uma pura criatura; ascende ao amor infinito que é o teu eterno Criador. Para teu bem, como para sua glória, fez Deus a Maria Santíssima tão amorosa e benéfica para contigo. Por meio de suas finezas, fala-te com eloquência irresistível, apresentando-te, entre tantos títulos que te dão direito ao seu amor, as mercês com que te cumulou pela mediação de sua divina Mãe. E que outro fim se propõe a sua divina misericórdia, senão o de ordenar, isto é, atear em ti, como na Esposa dos Cantares, o fogo sagrado da caridade?


Ó Rainha do amor e da clemência, por quem possuímos aquele Coração deífico, que é foco de amor e fonte de misericórdia! Alcançai-me, Senhora, do vosso Jesus, que em mim arda esse fogo que Ele veio trazer à terra, desejando que toda se abrasasse em suas divinas chamas. Que este amor me vivifique, e consuma em mim todo o resquício de pecado.


E se depois de minha morte, me restar alguma coisa que expiar no Purgatório, recorrei, Vos rogo, à infinita misericórdia, para me impetrar com prontidão alívio e redenção.



II


Os exemplos de Maria Santíssima, assim como os seus milagres, aparições e mercês, e a sua constante intervenção no que diz respeito ao nosso bem, não se dirigem a nenhum outro fim senão ao mais importante e elevado de estender, consolidar e engrandecer o reino da caridade entre os pobres viventes.


Durante estes dias, ó minha alma, pelo menos em escrito, tens visto quanto Maria Santíssima tem feito a favor da mística Vinha, que sua mão diligente plantou nas veredas do Carmelo e a tens acompanhado pelas sendas formosas de sua inapreciável beneficência; tens penetrado após Ela com o pensamento, até mesmo no cárcere do Purgatório, atônita ante o portento de ternura inaudita, que sua inefável caridade ali realiza. Maria Santíssima falou-te com a linguagem dos fatos, mais eloquente do que a das palavras, dizendo-te a ti e a todos os que de algum modo pertencem ao seu Carmelo: Agora, filhos meus, escutai-Me; bem-aventurados os que guardam e seguem os Meus caminhos. Nunc ergo, fili audite me; beati qui custodiunt vias meas.


Quais são estes caminhos que Maria Santíssima nos convida a seguir em busca da verdadeira felicidade? É inútil dizê-lo, minha alma; estes caminhos são os caminhos do amor de Deus.


Amai a Deus sobre todas as coisas, e ao vosso próximo em Deus e por Deus, pois isto é o que constitui o homem, formado pelo Meu espírito nascido do seio da Minha caridade, e tem sido nutrido aos peitos da Minha ternura.


Esteja pois sempre, ó filhos de Maria Santíssima do Carmelo, esteja pois, em todos e em cada um de nós, como deseja Santo Ambrósio, o espírito da Mãe de Deus, o espírito de caridade da Virgem Soberana.


Revistamo-nos de Maria, como a isso nos exorta São Boaventura. Resplandeça Maria, isto é, suas virtudes, em nossa conduta e ações. Ordenemos em nós mesmos a caridade, amando em primeiro lugar e com preferência absoluta a Deus, autor, reparador, santificador e futuro glorificador do nosso ser.


Seja Maria Santíssima, depois de Deus, o objeto preferido do nosso amor, amando n’Ela as grandezas divinas, o mais resplandecente rasgo da misericórdia, o achado da graça e mesmo até o Sangue que nos remiu.


Ó filhos do povo que Maria formou para cantar em todo o tempo os seus louvores! Entre os amadores da doce Mãe e Soberana Rainha, sejamos nós os Serafins.


Sejamos nós os apóstolos, os mais zelosos de sua devoção, os mais denodados sustentadores de suas prerrogativas, os mais diligentes, e se é possível, os mais esplêndidos promotores do seu culto, e sobretudo, seus mais exatos e mais fiéis imitadores.


Correspondamos ao seu zelo pela nossa salvação, utilizando com cuidado os meios poderosos que Ela pôs ao nosso alcance para consegui-la.


Que o seu santo e sagrado Escapulário não deixe jamais de cobrir o nosso peito. Seja para nós uma lei santa e impreterível conservar a castidade conforme o nosso estado.


Filhos da Virgem sem mácula, seja sempre o pecado objeto do nosso ódio implacável.


Siga imediatamente a expiação à culpa, se por fragilidade a cometemos. Que o Pão dos fortes fortaleça o nosso caminho, a oração nossa força, a mortificação nossa arma de combate, e a doce e santa caridade o nosso consolo e o móvel constante de nossas ações.


Ó Mãe e decoro imortal do nosso Carmelo! Grandes são os prodígios que Te tens dignado realizar para honra e defesa deste teu povo predileto. Com grande zelo e edificação da Santa Igreja, a sagrada família eliana os apregoa e Te louva desde a aurora de Tua existência. O orbe católico os ouve e Te bendiz e clama Bem-aventurada a Ordem que tantos favores recebeu de Tua mão bondosa: Beatum dixerunt populum cui haec sunt! Faze, ó Mãe divina, com que o Senhor Onipotente, que pela Tua mediação tanto o tem exaltado, seja sempre o Deus, isto é, o objeto preferido do amor e zelo do povo que tem o Teu Nome. Desse modo será ditoso na posse pacífica do Teu Patrocínio. Beatus populus, cujus Dominus Deus ejus. A Tua bênção, ó minha Mãe, será penhor do favor que por Tua mediação esperamos alcançar de Deus. Abençoe-nos pois a Tua destra soberana, com a bênção do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, a quem seja dada toda a honra e louvor em perpétuas eternidades. Amém.



Oração Especial para este Dia


Ó Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que estendendo o vosso amor a favor dos Carmelitas e seus Confrades, até mesmo além da morte, como Mãe piedosa dos que se acham revestidos do vosso santo Escapulário, consolais as suas almas quando estão no Purgatório, e com vossos rogos e intercessão alcançais do vosso divino Filho, que saiam quanto antes daquelas penas, especialmente, no primeiro sábado depois de sua morte, para irem gozar da Majestade Divina lá na glória. Rogo-Vos, Senhora, que me alcanceis do Senhor, que eu cumpra de tal modo com os deveres de cristão e com a devoção do vosso santo Escapulário, que logre este singularíssimo privilegio que prometestes aos que dele se acham revestidos devotamente, e que não só tenha com ele indulgência em vida e remissão na morte, como também resgate do Purgatório, para assim ser introduzido no Santo Monte Carmelo da Glória. E agora consiga, o que nesta Novena peço, especialmente, a Deus pela vossa intercessão, pois isso mesmo, Senhora, Vos suplico com toda a humildade e confiança. Amém.


* Depois da Meditação e Oração, canta-se as jaculatórias alternadamente com o povo, e reza-se o Pai Nosso, a Ave Maria e o Glória ao Pai no fim de cada jaculatória:


Senhora do Carmo

Mãe dos Carmelitas

Socorrei as almas

Que vivem aflitas.


1º – Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.


Senhora do Carmo

Oh! Virgem Maria!

Vinde em meu socorro

Na última agonia!


2º – Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.


No transe horrendo da morte

Valei-nos compadecida,

A fim de com vosso Filho,

Gozarmos da eterna vida.


3º – Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.


*Findo o cântico, a música entoa e o povo repete a seguinte


Jaculatória


Dos Filhos de Elias, de Maria herdada,

Seja a Deus a glória – herança tão sagrada!


* Depois entoa-se a



Ladainha da Santíssima Virgem

(Segundo o Breviário da Sacrossanta Ordem Carmelitana)


Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, tende piedade de nós.

Senhor, tende piedade de nós.


Jesus Cristo, ouvi-nos.

Jesus Cristo, atendei-nos.


Pai celeste que sois Deus, tende piedade de nós.

Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de sois.

Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.


Santa Maria, rogai por nós.

Santa Mãe de Deus, rogai por nós.

Santa Virgem das virgens, rogai por nós.


Mãe de Jesus Cristo, rogai por nós.

Mãe da Igreja, rogai por nós.

Mãe da divina graça, rogai por nós.

Mãe puríssima, rogai por nós.

Mãe castíssima, rogai por nós.

Mãe imaculada, rogai por nós.

Mãe intacta, rogai por nós.

Mãe amável, rogai por nós.

Mãe admirável, rogai por nós.

Mãe do Bom Conselho, rogai por nós.

Mãe do Criador, rogai por nós.

Mãe do Salvador, rogai por nós.

Mãe e Decoro do Carmelo, rogai por nós.


Virgem prudentíssima, rogai por nós.

Virgem venerável, rogai por nós.

Virgem louvável, rogai por nós.

Virgem poderosa, rogai por nós.

Virgem clemente, rogai por nós.

Virgem fiel, rogai por nós.

Virgem Flor do Carmelo, rogai por nós.


Espelho de Justiça, rogai por nós.

Sede da Sabedoria, rogai por nós.

Causa da nossa alegria, rogai por nós.

Vaso espiritual, rogai por nós.

Vaso honorífico, rogai por nós.

Vaso insigne de devoção, rogai por nós.

Rosa mística, rogai por nós.

Torre de Davi, rogai por nós.

Torre de marfim, rogai por nós.

Casa de ouro, rogai por nós.

Arca da aliança, rogai por nós.

Porta do céu, rogai por nós.

Estrela da manhã, rogai por nós.

Saúde dos enfermos, rogai por nós.

Refúgio dos pecadores, rogai por nós.

Consoladora dos aflitos, rogai por nós.

Auxílio dos cristãos, rogai por nós.

Padroeira dos Carmelitas, rogai por nós.


Rainha dos Anjos, rogai por nós.

Rainha dos Patriarcas, rogai por nós.

Rainha dos Profetas, rogai por nós.

Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.

Rainha dos Mártires, rogai por nós.

Rainha dos Confessores, rogai por nós.

Rainha das Virgens, rogai por nós.

Rainha de Todos os Santos, rogai por nós.

Rainha concebida sem Pecado Original, rogai por nós.

Rainha elevada ao céu, rogai por nós.

Rainha do sacratíssimo Rosário, rogai por nós.

Rainha da paz, rogai por nós.

Esperança de Todos os Carmelitas, rogai por nós.


Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.


V. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oremos: Senhor Deus, nós Vos suplicamos, que concedais aos Vossos servos, perpétua saúde de alma e de corpo; e que, pela gloriosa intercessão da Bem-aventurada sempre Virgem Maria, sejamos livres da presente tristeza e gozemos da eterna alegria. Por Cristo Nosso Senhor.


Amém.



Antífona


Esta é na verdade a mais prudente e formosa Abigail Carmelita, cuja cabeça se assemelha ao Carmo, e as suas mãos nos introduziram na terra do Carmelo para comermos o seu fruto e participarmos do que tem de mais delicioso. Aleluia.


V. Formosura do Carmo, Mãe dos Carmelitas.

R. Rogai por nós à Trindade Santíssima.


Oremos: Deus, que condecoraste a Ordem do Carmo com o singular título da Bem-aventurada Virgem Maria vossa Mãe, concedei propício que nós que agora nos preparamos à sua solene comemoração, fortalecidos com os seus auxílios, mereçamos gozar as eternas alegrias, em que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.


R. Amém.


* Depois disto a música entoa para a adoração do Santíssimo Sacramento:


Verbum caro, Panem verum;

Verbo Carnem efficit;

Fitque sanguis Christi merum;

Et si sensus deficit,

Ad firmandum cor sincerum;

Sola fides sufficit.


V. Panem de coelo praestitisti eis.

R. Omne delectamentum in se habentem.


Oremus: Deus, qui nobis sub Sacramento mirabili passionis tuae memoriam reliquisti: tribue, quaesumus; ita nos corporis et sanguinis tui sacra mysteria venerari ut redemptionis tuae fructum in nobis jugiter sentiamus. Qui vivis et regnas in saecula saeculorum.


R. Amen.


* Segue-se a bênção com o Santíssimo Sacramento, finda a qual a música entoa e o povo responde as seguintes:



Jaculatórias finais


Senhora do Mundo, que prazer não encerra

Vossa exaltação no Céu e sobre nós na terra!


Quem, Senhora, Vos herda, mais que rico fica;

Porque o gozo da Glória em Vós se verifica!


Valei-nos na morte: a nós a graça assista,

Para que eternamente gozemos vossa vista.


V. A Virgem Sagrada seja nossa Advogada.

R. Amém.



Hino da Ordem Terceira

de Nossa Senhora do Carmo



Salve! Ó belo pendão da vitória

Da excelsa Rainha dos Céus

Que um dia no reino da Glória

Nós veremos ao lado de Deus!


Coro:


Em torno da nossa bandeira

Façamos, com fé, este apelo!

Protegei nossa “Ordem Terceira”

Oh! Senhora do Monte Carmelo!



Salve! Ó belo e sublime estandarte

Da certeza da graça, o penhor,

Que Maria convosco reparte

Na celeste mansão do Senhor!



Salve! Ó grande pendão do Carmelo

Onde Elias venceu a Baal.

És de todos da terra o mais belo,

Tens o lema da fé divinal.



Salve! Ó grande bandeira bendita

Da milícia fiel de Maria!

Salve! Ó pálio da grei carmelita

Nosso amor, nossa luz, nossa guia!



Não importa do mundo, em que parte

Nos vai e vens imprevistos da sorte.

Com os olhos em nosso estandarte,

Venceremos na vida e na morte!


Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...