Blog Católico, para os Católicos

BLOG CATÓLICO, PARA OS CATÓLICOS.

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

A EUCARISTIA E A MENSAGEM DE JESUS AO MUNDO.

DITADA À IRMÃ JOSEFA MENÉNDEZ1

-----------------

QUEIXAS DO CORAÇÃO DE JESUS. (1)


2 de Março, de 1923.


"Escreve para as minhas Almas:


Quero revelar-lhes a amargura de que se abeberou meu Coração no momento da Ceia. Porque se foi grande a Alegria ao pensar nas almas a que Eu Me entregava como Alimento e Companheiro, e das quais, até ao fim dos séculos, receberia os testemunhos de adoração, reparação e amor... não foi menor a minha Tristeza à vista de tantas outras que Me abandonariam, ou nem sequer acreditariam na minha Presença real.


Em quantos corações, manchados pelos pecados, não teria Eu que entrar... e quantas vezes a minha Carne e o meu Sangue, profanados, só serviriam para a condenação de tantas almas!…


Ah! Como Eu vi nesse momento os sacrilégios, os ultrajes e as abominações sem nome que se cometeriam contra Mim... Quantas horas... Quantas noites não ficaria sozinho no Tabernáculo!... e quantas almas repeliriam os apelos cheios de Amor que desta morada lhes faria!…


Ah! Josefa, deixa-te penetrar dos sentimentos do meu Coração.


É pelo Amor das almas que estou Prisioneiro na Eucaristia. Aí fico, a fim de que elas, em todas as suas penas, possam vir procurar consolação junto do mais terno dos corações, do melhor dos pais e do Amigo que nunca as abandona.


A Eucaristia é a invenção do Amor!... E este Amor que se esgota e consome pelo bem das almas não encontra correspondência!… Hábito com os pecadores para ser a sua salvação e a sua vida… o Médico e juntamente o Remédio de todas as doenças geradas pela natureza corrupta… E em troca, eles se afastam, Me ultrajam, Me desprezam…


Ah! Pobres pecadores! Não fujais de Mim… Noite e dia Eu vos espero no tabernáculo. Não vos lançarei em rosto os vossos crimes… mas lavá-los-eis no Sangue de minhas Chagas. Não tenhais medo… vinde a Mim… Se soubésseis quanto vos amo!


E vós, almas queridas, por que permaneceis frias e indiferentes ao meu Amor?… Eu sei que os encargos da vossa família… da vossa casa… as exigências do mundo… vos solicitam sem cessar… Apesar disso, não encontrareis um instante para Me virdes dar uma prova de amor e reconhecimento? Ah! Não vos deixeis levar por mil preocupações inúteis, e reservai um momento para vir visitar e receber o Prisioneiro de Amor!…


Se o vosso corpo está fraco ou doente, não tomais o tempo para recorrer a um médico que vos cure?… Vinde, pois, Àquele que pode restituir à vossa alma a força e a saúde, e dai uma esmola de amor a este Prisioneiro divino que vos espera, vos chama, vos deseja.


Todos estes sentimentos Me invadiram no momento da Ceia, Josefa. Mas ainda não te falei do que sentiu o meu Coração ao pensar nas minhas almas escolhidas: minhas Esposas, meus Padres… Fá-lo-ei mais tarde. Agora podes ir; mas não te esqueças de que o meu Coração te ama… Amar-Me-ás tu?…”.


_______________________

1A causa da sua Beatificação foi introduzida em Novembro de 1948.


Novena a Santa Teresinha do Menino Jesus. 2º Dia.

 

(Para as grandes necessidades)1


Segundo Santa Teresinha, não são precisas muitas e compridas orações, mas devemos rezar com infantil simplicidade e filial confiança. Reza, pois, nove dias consecutivos, a seguinte oração:


Ó Santa Teresinha, alegria do Coração de Jesus, filhinha predileta de Nossa Senhora do Carmo, modelo dos cristãos, caridosa intercessora dos aflitos e atribulados, mais uma vez recorro a vossa proteção, relembrando as vossas consoladoras palavras: “Quero passar o meu Céu empenhada em fazer o bem na terra” e “Depois da minha morte farei cair uma chuva de rosas”. Vinde, pois, em meu socorro, obtende-me de Jesus e Maria a graça de … (dizer o que deseja). Vós, que já atendestes a tantos aflitos, ó caridosa Carmelita, atendei-me também a mim. Ó grande taumaturga dos nossos dias, mostrai-me o amável poder de vossa intercessão perante Deus. Prometo ser-vos agradecido por toda a vida, e o meu melhor agradecimento pela obtenção da suspirada graça consistirá no esforço que hei de fazer para tornar-me semelhante a vós no amor de Deus e do próximo, na abnegação e confiança, de modo que venha a ser um motivo de alegria para Deus e para os homens. Ó Santa Teresinha, ouvi-me! Ó Santa Teresinha, atendei-me! Amém.


Rezar um Pai Nosso e uma Ave Maria.


Sagrado Coração de Jesus, eu confio em Vós!

Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!


(Reza também nos 9 dias a Ladainha e as orações da Missa em honra de Santa Teresinha. Oferece, porém, principalmente, à Santinha, um ato de abnegação. Combate a aversão contra alguém, se a tiveres, ou faz algum bem àquele que julgas ser contra ti ou ter-te prejudicado em alguma coisa. Oferece nos 9 dias a Santa Comunhão com a intenção de obteres a graça que desejas, e, se a obtiveres, sê reconhecido, oferecendo uma Santa Missa e Comunhão em ação de graças)



Lição de Santa Teresinha

para o 2º Dia.


Destinada a ser muito cedo esposa de Jesus, era necessário que me fosse familiarizando, desde a infância, com os sofrimentos. Como as flores primaveris, que começam a germinar debaixo da neve e do gelo, desabrochando aos primeiros raios do Sol, assim também a florinha (ela se referia a si mesma) teve de suportar o inverno da provação e encher de lágrimas o seu delicado cálice”.



Pensamento de Santa Teresinha

Por que procurar a felicidade sobre a terra? Confesso-lhe que meu coração tem dela uma sede ardente, mas ele bem vê, esse pobre coração, que nenhuma criatura é capaz de estancar a sua sede. Pelo contrário, quanto mais bebe nessa fonte encantada, mais ardente se torna a sua sede.2

Conheço uma outra fonte, é aquela “na qual após se ter bebido se tem ainda sede”,3 mas com uma sede que não é ofegante, que é, pelo contrário, muito suave porque ela tem com que satisfazê-la; esta nascente é o sofrimento conhecido só de Jesus!...4

Senti nascer em meu coração um grande desejo de sofrer, e, ao mesmo tempo, a certeza íntima de que Jesus me reservava grande número de cruzes. Senti-me inundada de tão grandes consolações, que as considero como uma das maiores graças de minha vida. Sofrer tornou-se o meu atrativo. Tinha encantos que me arrebatavam, sem conhecê-los bem. Até então, sofria sem amar o sofrimento, desde aquele dia senti por ele verdadeiro amor.5

Um dia de carmelita passado sem sofrimento, é um dia perdido; para ti é a mesma coisa, porque és carmelita de coração.6



Ladainha de Santa Teresinha

(para uso privado)


Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, tende piedade de nós.

Senhor, tende piedade de nós.


Jesus Cristo, ouvi-nos.

Jesus Cristo, atendei-nos.


Pai do Céu, que sois Deus, tende piedade de nós.

Filho Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.

Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.


Santa Maria, rogai por nós.

Santa Mãe de Deus, rogai por nós.

Santa Virgem das virgens, rogai por nós.


Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, rogai por nós.

Santa Teresinha, esposa predileta do Altíssimo, rogai por nós.

Santa Teresinha, modelo dos neo-comungantes, rogai por nós.

Santa Teresinha, amante da oração, rogai por nós.

Santa Teresinha, humilde adoradora do Santíssimo Sacramento, rogai por nós.

Santa Teresinha, grande veneradora do Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós.

Santa Teresinha, dedicada Filha de Maria, rogai por nós.

Santa Teresinha, lírio de pureza, rogai por nós.

Santa Teresinha, rosa de amor, rogai por nós.

Santa Teresinha, violeta de humildade, rogai por nós.

Santa Teresinha, modelo de obediência, rogai por nós.

Santa Teresinha, mestra da santa pobreza, rogai por nós.

Santa Teresinha, abominadora das coisas da terra, rogai por nós.

Santa Teresinha, mestra da fidelidade nas coisas pequenas, rogai por nós.

Santa Teresinha, heroína da mortificação, rogai por nós.

Santa Teresinha, vítima pelos Sacerdotes, rogai por nós.

Santa Teresinha, padroeira dos Missionários e das Missões, rogai por nós.

Santa Teresinha, mártir do amor de Deus, rogai por nós.

Santa Teresinha, modelo de todos os cristãos, rogai por nós.

Santa Teresinha, ornamento da Ordem Carmelitana, rogai por nós.

Santa Teresinha, seráfica filha de Santa Teresa, rogai por nós.

Santa Teresinha, guia das almas pequenas, rogai por nós.

Santa Teresinha, milagrosa intercessora diante do trono de Deus, rogai por nós.

Santa Teresinha, refúgio dos necessitados e dos que sofrem, rogai por nós.


Sede-nos propício, perdoai-nos, Senhor.

Sede-nos propício, ouvi-nos, Senhor.


De todo o mal, livrai-nos, Senhor.

De todo o pecado, livrai-nos, Senhor.

Da cegueira do entendimento, livrai-nos, Senhor.

Da corrupção do coração, livrai-nos, Senhor.

Do amor do mundo, livrai-nos, Senhor.

Do desprezo das graças e inspirações, livrai-nos, Senhor.

Do desejo de sermos honrados e amados, livrai-nos, Senhor.

Do receio de sermos humilhados, esquecidos e desprezados, livrai-nos, Senhor.

Do horror à cruz e da covardia no serviço de Deus, livrai-nos, Senhor.

De tudo que for obstáculo à nossa perfeita união convosco, livrai-nos, Senhor.

Da morte infeliz, livrai-nos, Senhor.

Da eterna condenação, livrai-nos, Senhor.

De todos os inimigos visíveis e invisíveis, livrai-nos, Senhor.

Pelos merecimentos e intercessão de Santa Teresinha do Menino Jesus, livrai-nos, Senhor.


Nós, pecadores, Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que nos ensineis o caminho da infância espiritual, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que aumente sempre nossa confiança em Jesus, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que a ensanguentada Face do Salvador se grave cada vez mais em nossas almas, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que tenhamos horror a todos os pecados, ainda que nos pareçam pequenos ou insignificantes, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que nos deis força e coragem nas tentações, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que perseveremos na fidelidade nas coisas pequenas, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que sejamos fortes e incansáveis em nos sacrificarmos pelo Vosso amor, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que nos queirais dar muitos Sacerdotes santos e zelosos Missionários, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que Vos digneis proteger seus trabalhos com a Vossa poderosa graça, e que por meio deles salveis inúmeras almas, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que Vos digneis unir, santificar e governar todas as dignidades da Igreja e todos os povos da terra, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.

Que todos se tornem dignos da chuva de rosas prometida por Santa Teresinha, nós Vos pedimos, ouvi-nos, Senhor.


Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.


Jesus Cristo, ouvi-nos.

Jesus Cristo, atendei-nos.

(Rezar um Pai Nosso e uma Ave Maria).


Rogai por nós, Santa Teresinha do Menino Jesus.

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oremos


Ó Senhor, que dissestes: “Se não vos tornardes como as crianças, não entrareis no reino dos Céus”, permiti, nós Vo-lo suplicamos, que imitemos de tal maneira a humildade e simplicidade de Vossa serva Santa Teresinha, que mereçamos a recompensa eterna. Por Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.


_______________________

1.  Santa Teresinha do Menino Jesus, Vida e Culto de Santa Teresinha por um Padre Franciscano, Parte II, pp. 138-140 (p. 74, 132-138). Amparo/SP, 1938.

2.  Alusão à sua afeição filial pela Madre Maria de Gonzaga.

3.  Eclo. 24, 29.

4.  Carta 52.

5.  Manuscritos Autobiográficos A, 36 v. (À Madre Inês)

6.  Carta 26.


Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...